HiperNotícias - Você bem informado

Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011, 11h:00

Delegados ouvem o terceiro preso da operação “Cartas Marcadas”

Um dos depoimentos mais aguardados que é de Ocimar Carneiro Campos, concunhado do deputado estadual Gilmar Fabris está previsto para acontecer no sábado (17)

HÉRICA TEIXEIRA

 

 

Mayke Toscano/Hipernoticias

Delegados Lindomar Tófoli e Cleibe Aparecida tomam o depoimento do advogado Enelson Alessandro Nonoto, na manhã desta sexta-feira (16), um dos cinco presos no caso das “Cartas de Crédito”. Enelson foi preso na quarta-feira (14), dia em que foi deflagrada a operação “Cartas Marcadas”. A ação foi conjunta entre a Polícia Judiciária Civil (PJC) e Ministério Público de Mato Grosso (MP/MT). No total foram expedidos 14 mandados de busca e apreensão e 6 de prisões. Interrogatório segue até a tarde.

Na quinta-feira (15) dois dos presos foram ouvidos simultaneamente. O primeiro foi o economista Antônio Leite de Barros Neto e o fiscal fazendário e membro do Sindicato dos Agentes da Administração Fazendária (SAAF/MR), Enildo Martins.

Os depoimentos, bem como andamento das investigações, correm em sigilo de Justiça, decretado pelo desembargador Pedro Sakamoto.

Os presos são acusadas de terem participado de um esquema envolvendo a emissão e compensação de cartas de crédito expedidas pelo Governo do Estado em 2009 para pagar R$ 477 milhões de indenizações por diferenças salariais a cerca de 290 Agentes de Administração Fazendária (AAFs) da Secretaria de Fazenda (Sefaz). Há suspeita de duplicidade de cédulas de crédito, conforme afirmou o delegado Lindomar Tófoli, na quarta-feira.

As informações da Delegacia Fazendária (Defaz) é que Enelson Alessandro começou o depoimento no início da manhã e o interrogatório deve durar o dia todo. Ainda para esta sexta-feira estava planejado para acontecer o depoimento do concunhado do deputado estadual Gilmar Fabris, Ocimar Carneiro Campos, mas segundo fontes do HiperNoticias, a oitiva não vai acontece hoje, mas está prevista para este sábado (17).

Dos seis mandados de prisões já foram cumpridos cinco. O último que falta se entregar é o funcionário de Ocimar Campos, José Constantino Júnior, que já informou para os delegados que vai se entregar hoje, mas horário não foi confirmado, porque Constantino estava em viagem, até ser avisado de sua prisão.

QUEM ESTÁ PRESO

Ocimar Carneiro Campos
Enildo Martins
Antonio Leite de Barros Neto
Enelson Alessandro Nonato
João Vicente Picorelli

FALTA SE APRESENTAR

José Constantino Júnior