Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Esportes Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 23:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 23h:00 - A | A

Santos se recupera, vence Ponte Preta por 2 a 1 e reassume liderança da Série B

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

Após perder os 100% de aproveitamento na Série B ao ser derrotado pelo Amazonas, o Santos se recuperou nesta quarta-feira, venceu a Ponte Preta por 2 a 0, em Campinas, e reassumiu a liderança da Série B do Brasileiro, com 12 pontos. A Ponte Preta está em 14º lugar, com 5 pontos.

O Santos foi beneficiado pela derrota de Sport e o empate do Goiás. O time pernambucano, que tinha vencido as quatro primeiras partidas, caiu diante do Ituano por 1 a 0, enquanto a equipe do Centro-Oeste conseguiu a igualdade com Paysandu no final (1 a 1). O Sport permaneceu com 12 pontos, e o Goiás foi a 11. Foi a primeira vitória do Ituano.

O jogo no Moisés Lucarelli começou truncado. Os dois times buscavam o ataque, mas sem conseguir finalizar. E na primeira vez que a bola foi em direção ao gol houve alteração no placar. Aos 17 minutos, após cruzamento pelo alto da esquerda de Guilherme, o zagueiro Gil subiu no segundo pau. A bola desviou na zaga da Ponte Preta antes de bater na trave e entrar. Foi o primeiro gol do zagueiro de 1,92m com a camisa do time.

Aos 36 anos, Gil havia ficado fora na derrota para o Amazonas após atuar em todos os 19 compromissos anteriores do Santos neste ano. O descanso para o veterano foi decidido pela comissão técnica do Santos em conjunto com o departamento médico.

O Santos chegou ao segundo gol aos 22 minutos em um rápido ataque. Otero recebeu no meio campo e acionou JP Chermont em velocidade pelo lado direito. Ele avançou e cruzou. O goleiro Pedro Rocha cortou, mas o rebote sobrou para Giuliano, de frente para o gol, fazer 2 a 0. Com 5 gols, o meia que veio do Corinthians é o artilheiro do Santos no ano, ao lado de Guilherme.

A Ponte Preta buscava o ataque, mas era pouco efetiva. O time de Campinas conseguia rondar a área do rival, mas finalizava sem direção ou cruzava na área sem definir a jogada. A única finalização correta no primeiro tempo aconteceu quando o placar mostrava 1 a 0 e exigiu uma boa defesa do goleiro João Paulo.

Ainda no primeiro tempo, o esquema de jogo pensado pelo técnico Fábio Carille sofreu um baque com uma contusão sofrida por Guilherme quando ele buscava o ataque. Ele desistiu do lance após aparentemente uma lesão muscular. Patrick entrou em seu lugar. "Senti uma queimação, mas ainda não sei o que é", afirmou Guilherme ao final do primeiro tempo à Band.

A Ponte começou o segundo tempo no ataque. No primeiro lance, após cobrança de falta pela direita, Gabriel Novaes cabeceou nas mãos do goleiro João Paulo. Aos 8 minutos, a Ponte cobrou escanteio, e Sérgio Raphael de cabeça ganhou a disputa com João Paulo pelo alto e marcou o primeiro gol da Ponte.

Com mais volume de jogo do que no primeiro tempo, o time de Campinas tentou pressionar os visitantes, mas suas tentativas no ataque eram poucas incisivas. Os contra-ataques santistas também eram pouco produtivos. Já nos acréscimos, após nova cobrança de escanteio, a Ponte desperdiçou a chance de empatar o jogo.

Na próxima rodada da Série B, o Santos enfrenta o Brusque, que está na 16ª posição (5 pontos), no domingo na Vila Belmiro. No mesmo dia, a Ponte vai à Arena Condá jogar contra a Chapecoense, que é a oitava colocada (8 pontos).


FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 1 X 2 SANTOS

PONTE PRETA - Pedro Rocha, Igor Inocêncio, Haquín, Sérgio Raphael e Gabriel Risso; Dudu Vieira, Emerson Santos (Emerson) e Elvis (Jean Carlos); Iago Dias (Guilherme Beléa), Matheus Régis (Dodô) e Gabriel Novaes. Técnico: João Briggatti.

SANTOS - João Paulo; JP Chermont (Rodrigo Ferreira), Gil, Joaquim e Escobar (Hayner); João Schmidt, Diego Pituca e Giuliano; Otero (Weslley Patati), Morelos (Willian Bigode) e Guilherme (Patrick). Técnico: Fábio Carille.

GOLS: Gil, aos 17, e Giuliano, aos 23, do primeiro tempo. Sérgio Raphael, aos 8, do segundo tempo

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (CE).

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

PÚBLICO E RENDA - Não informados

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros