Segunda-feira, 17 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Economia Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018, 10:30 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018, 10h:30 - A | A

Projeção para alta do PIB de 2018 cai de 1,32% para 1,30%, mostra Focus do BC

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) este ano foi de 1,32% para 1,30%, conforme o Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 10. Há quatro semanas, a estimativa era de crescimento de 1,36%. Para 2019, o mercado manteve a previsão de alta do PIB, de 2,53%, ante 2,50% de um mês antes.

Em setembro, o Banco Central (BC) havia reduzido sua projeção para o PIB em 2018, de 1,4% para 1,4%. Além disso, a instituição anunciou sua projeção para o PIB em 2019, de alta de 2,4%. Essas atualizações foram feitas por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI).

No fim de novembro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o PIB cresceu 0,8% no terceiro trimestre, ante o segundo trimestre. Em relação ao terceiro trimestre de 2017, houve alta de 1,3%.

No relatório Focus desta segunda, a projeção para a produção industrial de 2018 foi de alta de 2,16% para elevação de 1,99%. Há um mês, estava em 2,22%. No caso de 2019, a estimativa de crescimento da produção industrial seguiu em 3,02%, ante 3,04% de quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a expectativa para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2018 seguiu em 54,00%. Há um mês, estava no mesmo patamar. Para 2019, a estimativa passou de 57,03% para 56,50%, ante os 56,45% de um mês atrás.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros