Economia Terça-feira, 03 de Maio de 2011, 15:48 - A | A

Terça-feira, 03 de Maio de 2011, 15h:48 - A | A

Fenabrave diz que falta de etanol é responsabilidade do governo e do setor sucroalcooleiro

da Agência Brasil

São Paulo - A omissão do governo e a ganância do setor sucroalcooleiro são responsáveis pelo aumento de preços do etanol, afirma o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Sérgio Reze.

Segundo Reze, a indústria sucroalcooleira foi subsidiada pelo governo com o Proálcool, em 1979, e nunca devolveu esses benefícios para a sociedade. Já a omissão do governo ocorre porque nunca fez nada para evitar a falta do produto no mercado. “De 1979 até aqui não foi criada uma regra para o setor automobilístico ou para o setor sucroalcooleiro em que você não tivesse os solavancos [de preço] que a gente tem”, afirmou.

Reze defendeu a necessidade de um estoque regulador para evitar uma eventual falta de produto no mercado. “Não houve nenhum tipo de ação do governo através de suas agências reguladoras, do Ministério da Agricultura ou do Ministério de Minas e Energia. Ninguém mexeu para dizer que deve haver um estoque regulador para atender o crescimento da demanda”. Para o presidente da Fenabrave, no entanto, a decisão de transferir a responsabilidade sobre o etanol para a Agência Nacional do Petróleo (ANP) mostrou que o “governo acordou” para o problema.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros