Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Economia Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 11:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 11h:00 - A | A

Campos Neto afirma que ambiente externo segue mais adverso

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, frisou que a conjuntura macroeconômica atual é marcada pelo ambiente externo mais adverso, por causa da incerteza elevada e persistente em relação ao início da flexibilização da política monetária nos Estados Unidos e à velocidade de queda da inflação de maneira sustentada em diversos países. As declarações foram feitas durante a abertura da Conferência Anual do Banco Central do Brasil, em Brasília.

Campos Neto frisou que o risco de maior resiliência da inflação de serviços e núcleos demanda cautela, e que há ameaças à continuidade do processo de desinflação global.

Outra observação feita pelo presidente da autoridade monetária foi em relação aos mercados de trabalho globais, que apresentam pouco ou nenhum afrouxamento.

No âmbito doméstico, ele citou a situação do Rio Grande do Sul como exemplo de eventos climáticos extremos que estão mais frequentes e, além dos impactos humanitários, afetam toda a cadeia produtiva.

Campos Neto agradeceu aos funcionários do BC, que ajudaram a organizar a conferência.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros