Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Economia Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 06:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 06h:00 - A | A

Bolsas da Europa operam em baixa, com incertezas sobre juros nos EUA

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

Por Sergio Caldas

São Paulo, 21/05/2024 - As bolsas europeias operam em baixa na manhã desta terça-feira, revertendo o tom positivo de ontem, à medida que persistem incertezas sobre a trajetória dos juros nos EUA após comentários de dirigentes do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

Por volta das 6h25 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 recuava 0,37%, a 521,97 pontos.

Autoridades do Fed, incluindo o vice-presidente Philip Jefferson, disseram ontem não estar confiantes de que a inflação dos EUA se encaminha de fato para a meta oficial de 2% e recomendaram cautela, sinalizando que os juros básicos americanos vão continuar nos elevados níveis atuais por mais tempo.

A agenda traz a participação de vários dirigentes do Fed em eventos ao longo desta terça. Amanhã (22), o BC americano divulga ata de sua última reunião de política monetária, quando os juros dos EUA ficaram inalterados pela sexta vez seguida.

O Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra (BoE), por sua vez, parecem mais inclinados a cortar seus juros, uma vez que a inflação tem se mostrado mais contida tanto na zona do euro quanto no Reino Unido.

A expectativa é que o BCE inicie o relaxamento de sua política monetária em junho. Já o BC inglês poderá reduzir juros durante o verão britânico, como previu ontem seu vice-presidente, Ben Broadbent. Mais tarde, está previsto discurso do presidente do BoE, Andrew Bailey.

Dados europeus não tiveram influência hoje nos negócios, embora os preços ao produtor (PPI) da Alemanha tenham caído mais que o esperado em abril e o superávit comercial da zona do euro tenha aumentado de fevereiro para março.

Às 6h41 (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,41%, a de Paris recuava 0,97% e a de Frankfurt cedia 0,57%. Já as de Milão, Madri e de Lisboa tinham perdas de 1,01%, 0,23% e 0,77%, respectivamente.

Contato: [email protected]


(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros