Sexta-Feira, 24 de Janeiro de 2020, 14h:50

Tamanho do texto A - A+

Secretaria monitora ponte após tromba d’água no Rio da Casca

Por: KHAYO RIBEIRO

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra) está monitorando, desde quinta-feira (23), a ponte sobre o Rio da Casca que dá acesso à Cachoeira da Martinha, na MT-251, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães (65 km da Capital), após as intensas chuvas que recaíram sobre o município nesta semana.

Reprodução

cachoeira da martinha

 Registro do Rio da Casca após chuvas intensas

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver uma tromba d’água se formando na Cachoeira da Martinha, o que assustou alguns populares que passavam pelo local.

Diante da situação, a Sinfra pontuou que equipes de engenheiros foram encaminhadas ao local para avaliarem a estrutura da ponte, que, apesar do volume de água formado pelas chuvas, segue intacta e não sofreu danos.

A secretaria informou também que a ponte tem sido monitorada diariamente desde quinta-feira e que a atenção a possíveis avarias se manterá nos próximos dias.

Vídeos

Em uma das gravações, o ponto turístico Cachoeira da Martinha, banhada pelo Rio da Casca, aparece com um volume de água muito acima do comum.

Em um outro vídeo, uma mulher registra de cima da ponte a força da correnteza. Em um dado momento, parte do barranco aparece à mostra, evidenciado que foi arrancado pela água.

Em ambos vídeos é possível ver árvores às margens do rio – que aparente uma coloração turva - já parcialmente encobertas pela água.

Monitoramento

Confira o posicionamento completo da Sinfra a seguir:

Quanto à situação da ponte sobre o rio da Casca, entre os municípios de Campo Verde e Chapada dos Guimarães (altura da cachoeira da Martinha, na MT-251), a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) informa que uma equipe de engenheiros no local na quinta-feira (23) e nesta sexta-feira (24) para avaliar a estrutura e constatou, que apesar do volume de água formado pelas chuvas nos últimos dias, a ponte está intacta e não sofreu nenhum tipo de avaria. A Sinfra vai continuar monitorando o local nos próximos dias.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei