Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Cidades Quinta-feira, 07 de Abril de 2016, 15:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 07 de Abril de 2016, 15h:00 - A | A

ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Prefeitura de Cuiabá extingue cobrança por certidão negativa de débitos

REDAÇÃO

A Prefeitura de Cuiabá vai extinguir a cobrança pela emissão da certidão negativa de débito com a administração municipal. A gratuidade será para a emissão on-line da certidão e somente para os casos em que não houver débitos com o município.

 

O sistema para emissão on-line da certidão negativa estará disponível no segundo semestre do mês de abril. No entanto, a suspensão da cobrança já teve início na terça-feira (05) para os contribuintes que procurarem a Procuradoria Fiscal do Município, onde são emitidas as certidões.

 

“Aqueles que precisam da certidão negativa podem procurar a Procuradoria Fiscal, que já está emitindo sem a cobrança. Quando o sistema on-line estiver disponível, a gratuidade só será possível através da impressão pela própria pessoa e somente para as certidões negativas”, explicou o procurador-geral do município, Rogério Gallo.

 

Ele destacou que as certidões positiva e positiva com efeito negativo ainda serão cobradas. Atualmente, a taxa para emissão é de R$ 70. Nestes casos, a emissão só é realizada pela Procuradoria Fiscal. “Se houver débito, o contribuinte deve negociar ou quitar a dívida na Procuradoria-Geral para a emissão da certidão”, disse Gallo.

 

Uma mensagem para projeto de lei regulamentando a suspensão da cobrança será enviada à Câmara de Vereadores nos próximos dias. Na mensagem também constará a atualização da tabela de valores para a emissão das certidões.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros