Sábado, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Cidades Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 17:20 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 17h:20 - A | A

"DOM PRECIOSÍSSIMO"

Padre denuncia em vídeo ser impedido de entrar na Santa Casa para "unção dos enfermos"; veja

Secretaria de Estado de Saúde disse não proceder a acusação

JOLISMAR BRUNO
Da Redação

O padre Renan Cunha, da Aquidiocese de Cuiabá, publicou um vídeo na rede social afirmando ter sido "impedido" de entrar na Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá, para dar a "unção dos enfermos", mesmo em horário de visita. O caso ocorreu neste sábado (8), conforme relato. O sacerdote disse que, até mesmo para realizar batismos, os padres têm enfrentado dificuldades. Procurada, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) disse não proceder a denúncia. Afirmou que a situação foi momentanea e que, na data, o sacerdote entrou e "cumpriu a missão religiosa". 

"Pode ser que você não creia nisso e você tem a liberdade de não crer. Mas nós, católicos, cremos e por isso apreciamos tanto esse sacramento e pedimos a visita dos sacerdotes aos hospitais. Todos os hospitais de Cuiabá nos acolhem e facilitam a nossa visita aos doentes, exceto a Santa Casa. Até dificuldade e impedimento para realizar um batismo nós enfrentamos. Respeite a nossa fé", disse o sacerdote no vídeo. 

Segundo o padre, a unção dos enfermos é um dos sete sacramentos que Jesus Cristo deixou aos fiéis e é destinado para qualquer pessoa católica que esteja com alguma doença. 

"A unção dos enfermos é um dom preciosíssimo para as almas. Ele serve para fortalecer a fé e a esperança de quem está enfermo afim de que não peque nessa hora tão difícil e una a paixão de nosso senhor e, talvez, eventualmente, seja curado fisicamente. Cristo mesmo instituiu esse sacramento e ordenou que seus apóstos impusessem as mãos sobre sobre os doentes para curá-los", explicou o padre.

O HiperNotícias procurou a SES-MT, que encaminhou a seguinte nota: 

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) esclarece que não procede a denúncia de intolerância religiosa contra o Hospital Estadual Santa Casa. No momento da chegada do padre, os profissionais da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) estavam realizando um procedimento de emergência, o que impedia momentaneamente a presença de visita no local.

A situação foi imediatamente resolvida pois, após o procedimento de emergência, o padre adentrou à UTI e cumpriu a missão religiosa.

VEJA VÍDEO

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros