Cidades Segunda-feira, 13 de Junho de 2011, 11:21 - A | A

Segunda-feira, 13 de Junho de 2011, 11h:21 - A | A

LIBERADO

Indígenas suspendem bloqueio na hidrelétrica de Dardanelos

Suspensão aconteceu porque convênio foi assinado entre Governo, Funai e Águas de Pedra

HÉRICA TEIXEIRA
herica@hipernoticias.com.br

 

Arquivo

 

Indígenas das etnias Arara e Cinta Larga liberaram entrada da hidrelétrica de Dardanelos, em Aripuanã. O bloqueio começou na quinta-feira (9). No sábado (11) à tarde índios liberaram a usina que passou a funcionar com sua capacidade total.

A manifestação das etnias era em relação a um convênio, que foi assinado na sexta-feira (10) entre o governo do Estado, Fundação Nacional do Índio (Funai), a hidrelétrica empresa Águas da Pedra, concessionária da usina controlada pela Neoenergia. 

Apesar do compromisso assinado, uma nova reunião já está marcada. Nos dias 27 e 28 de junho, indígenas vão a Brasília se reunir com representantes da Funai.

O chefe da liderança de uma das etnias, Amazonildo Arara, explicou o porquê dessa reunião. “Estamos revoltados porque não houve o cumprimento total do acordo. O governo cumpriu com o combinado, mas a empresa ainda não. Queremos o que foi prometido”, argumentou.

Outra queixa do líder é que representantes dos indígenas não participaram da assinatura do convênio. “Assinatura aconteceu entre as outras lideranças, nada foi passado para os indígenas”, pontuou.

Amazonildo declara que hidrelétrica está divulgando que índios depredaram a usina e até houve roubo de alguns objetos, mas nada disso aconteceu. “A empresa estava tratando a gente como bandido”, concluiu.

OUTRO LADO

A Águas da Pedra disse, por meio da assessoria, que os índios fizeram novas reivindicações e que por isso uma nova reunião está marcada para os dias 27 e 28 de junho em Brasília. A concessionária disse que nova reinvidicação é por mais recursos financeiros para os indígenas.

No entanto, liderança da etnia Arara disse que ainda não tem todas as reivindicações que apresentará na reunião em Brasília. Só após encontro com reprersentantes da concessionária é que vai definir assuntos a serem abordados na reunião com Funai, indígenas e a hidrelétrica.

A assessoria informou que índios não depredaram e nem roubaram nada. Manifestação foi mesmo só bloquear entrada da Usina.

O governo do Estado ainda não se posicionou em relação ao assunto. A assessoria de imprensa disse que vai emitir nota a tarde explicando o que ficou acertado com as etnias.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros