Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Cidades Sábado, 25 de Maio de 2024, 14:40 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 25 de Maio de 2024, 14h:40 - A | A

EM CHAPADA

Governo R$ 4,3 milhões para obras de readequação e ampliação da Feira do Produtor Rural

 A obra ocupará um espaço de mais de 4.000 m² e irá beneficiar a agricultura familiar

DA REDAÇÃO

O governo de Mato Grosso investiu R$ 4,3 milhões para obras de readequação e ampliação da Feira do Produtor Rural em Chapada dos Guimarães (62 km de Cuiabá). A obra, que ocupará um espaço de mais de 4.000 m², beneficiará a agricultura familiar com a comercialização direta dos produtos e fomentará o turismo na região. O anúncio foi feito neste sábado (25). 


A nova estrutura incluirá 76 boxes para produtores, 55 vagas de estacionamento, uma praça de alimentação, câmaras frias para armazenamento dos produtos e cobertura. A previsão de conclusão da obra é de 1 ano e 6 meses. Contará ainda com materiais de alta qualidade, incluindo bancadas de granito cinza andorinha, estrutura metálica e piso drenante, garantindo durabilidade e funcionalidade ao espaço. A feira, com estrutura moderna será em um ponto importante de comércio e turismo, assim como a revitalizada Praça Dom Wunibaldo, como destacou o prefeito de Chapada, Osmar Froner.

"Quero manifestar o olhar especial do governador Mauro Mendes e do vice-governador Otaviano Pivetta para Chapada, na sua alavancada de desenvolvimento, tanto para o turismo quanto para a agricultura familiar. Hoje, vivemos basicamente de duas atividades, que são o turismo, com 4.300 casas de veraneio, que movimentam essa feira, e a agricultura familiar, que estamos retomando agora muito forte", declarou.

Segundo o prefeito, Chapada dos Guimarães, de 18 mil habitantes, atrai até 10 mil visitantes nos finais de semana, que aproveitam para comprar alimentos frescos e de qualidade dos produtores locais. 

O processo licitatório, realizado pela Secretaria Estadual de Agricultura Familiar (Seaf) em parceria com a Seplag, teve como vencedora a SAMEDAL Engenharia Projetos e Construções LTDA. A empresa apresentou uma oferta de R$ 4,3 milhões para a execução desta fase da obra.

O secretário de Agricultura Familiar do Estado, Luluca Ribeiro, afirmou que a feira é um sonho antigo dos moradores e era aguardada há mais de 40 anos.

"Essa é uma conquista de décadas de luta dos feirantes. Com essa nova fase, a cobertura e o conforto aumentarão o valor dos produtos e trarão mais turismo para a região. Fizemos a primeira parte, mas agora o governador Pivetta e o governador Mauro determinaram essa segunda obra, que é muito importante. A cobertura, o conforto, o turismo que vai vir para eles, vai agregar muito valor para os produtos deles, que eles tanto lutam no sol e na chuva para produzir, e agora, no conforto, se Deus quiser, em mais uns seis meses, um ano, estará tudo pronto, e nós vamos entregar para eles", disse.

Para o secretário Basílio Bezerra, de Planejamento e Gestão, o local deve se tornar um grande atrativo turístico.

"O Governo de Mato Grosso tem um diferencial, que é olhar para todas as áreas da sociedade. Essa feira também vai atender a população de Chapada, que tem a feira como grande ponto de referência. Acreditamos que futuramente, além de atender a demanda específica dos feirantes, também se tornará um ponto turístico. No próximo inverno, deveremos estar aqui, não mais embaixo de sol e chuva, mas debaixo de uma cobertura bem tranquila", enfatizou.

Ele também destacou a participação da Seplag na elaboração do projeto de construção da feira. O presidente da Empaer, Suelme Fernandes, destacou a importância da feira e o apoio do governo aos pequenos produtores.

"Aqui, uma das poucas feiras, você tem contato direto com o próprio produtor, o que faz toda a diferença. Esse é um diferencial competitivo da Feira de Chapada. É um comércio afetivo, não é apenas um mercado de negócios, é um lugar de troca de sentimentos e união. A satisfação dos produtores é evidente, e o Governo está comprometido em realizar esse sonho, pontuou.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros