Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Cidades Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 15:26 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 15h:26 - A | A

ABANDONO E MAUS-TRATOS

Criança foge de casa por apanhar da mãe e avó tranca portão para que não volte

Menino foi visto pedindo ajuda para populares em um bairro de Rondonópolis, que chamaram a polícia; na casa, idosa que recebeu a PM reiterou que "ninguém suportava" a criança. Conselho Tutelar acompanha caso

JOLISMAR BRUNO
Da Redação

Uma criança fugiu de casa depois de "sofrer agressões físicas" da mãe no começo da tarde desta sexta-feira (17), em Rondonópolis (217 km de Cuiabá). Ela foi avistada na região do bairro Cidade Alta pedindo ajuda para populares. A avó da criança, cuja redação do boletim de ocorrência trata como menino, afirmou à polícia que, na casa em que moravam, ninguém a suportava e que havia trancado o portão para que ela não voltasse mais para a residência. 

Conforme boletim de ocorrência, populares acionaram a Polícia Militar às 12h30, quando o menino estava no bairro pedindo ajuda para as pessoas na rua. No local, os policiais conversaram com ele, que contou que fugiu da casa depois de ser agredido pela mãe e que a mulher danificou seu aparelho de celular. 

A criança informou a casa em que morava e os policiais foram até o local, onde encontraram apenas a avó. Aos policiais, a mulher afirmou que "naquela residência ninguém suportava" o menor de idade. A criança contou ainda que, quando conseguiu fugir, a avó trancou o portão para que ele não voltasse para lá. 

O Conselho Tutelar do município foi acionado e ficou responsável por acompanhar o caso, dando um encaminhamento legal para a criança. 

O caso foi registrado como abandono de incapaz e maus-tratos. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros