Brasil Quarta-feira, 08 de Junho de 2011, 13:02 - A | A

Quarta-feira, 08 de Junho de 2011, 13h:02 - A | A

PF prende empresário suspeito de exportar cocaína por navio

Segundo informações da DEA, órgão de combate ao tráfico do governo dos EUA, empresário enviava drogas continentes africano e europeu

DA FOLHA DE SÃO PAULO

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira um empresário de Sorocaba (99 km de São Paulo) suspeito de exportar cocaína para os continentes africano e europeu por meio de navios.

Outras cinco pessoas foram presas na chamada Operação Seminarista.

De acordo com a PF, a investigação sobre o empresário começou após o recebimento de informações da Drug Enforcement Administration, órgão do governo norte-americano responsável pelo combate ao tráfico de drogas.

A investigação aponta que o empresário usava empresas de fachada e enviava a droga para fora do país ocultando as porções no interior de mercadorias despachadas por navios.

Foram apreendidos cerca de 160 kg de cocaína, sendo 140 kg em um contêiner no porto de Santos (litoral paulista). A droga estava escondida em uma carga de portas de madeira que tinha como destino a África.

Os outros 20 kg foram encontrados com duas mulheres presas em maio, em Sorocaba, quando transportavam cocaína em um táxi.

A Justiça Federal em Sorocaba expediu 8 mandados de prisão temporária e 12 mandados de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos em Sorocaba, São Paulo e Goiânia (GO).

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros