Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Brasil Domingo, 09 de Outubro de 2016, 10:01 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 09 de Outubro de 2016, 10h:01 - A | A

Aprovada a lei de castração gratuita de cães e gatos

ANDA

A Câmara Municipal de Picos aprovou na sessão ordinária dessa quinta-feira (6), o Projeto de Lei do prefeito Padre Walmir Lima, que aprova a castração gratuita dos cães e gatos que vivem em situação de abandono nas ruas e também dos animais cujos tutores não podem pagar por este serviço. O projeto foi aprovado em duas votações e seguiu para sanção do gestor municipal.

 

Reprodução

cachorro

 

O projeto prevê também a proibição do assassinato sistemático de animais e outras providências no Centro de Zoonoses. Segundo a diretora jurídica da APAPI, advogada Fátima Miranda, assim como acontece em outras cidades o poder público municipal vai pagar as despesas da castração. “Com isso irá diminuir os animais abandonados na cidade, o risco de zoonoses, que são as doenças que eles podem transmitir e o risco de acidentes”, disse.

 

Fátima reiterou ainda que em Picos agora terá um programa de politicas públicas voltado aos animais abandonados. “Vamos ter um Centro de Zoonoses operando, mas de uma forma mais humanizada onde os animais serão bem tratados e serão somente induzidos à morte aqueles doentes em estado terminal que não tem mais chance de viver”, frisou.

 

O presidente da Câmara Municipal de Picos, Hugo Victor, destacou a importância do projeto e afirmou que os animais serão bem tratados. “Vamos dar uma condição ao Centro de Zoonoses para estar cuidando desses animais e nós vereadores apoiamos esse projeto”, pontuou.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros