Artigos Segunda-feira, 04 de Julho de 2011, 10:41 - A | A

Segunda-feira, 04 de Julho de 2011, 10h:41 - A | A

O teatrólogo tinha razão

Numa homenagem ao ex Presidente FHC, um Ministro mostrou sua verdadeira identidade num discurso que deveria ser de homenagem. Em suas palavras, referindo-se a FHC: “Àquele que revelou compreensão e tolerância”.

IRIS DÉA

Numa homenagem ao ex Presidente FHC, um Ministro mostrou sua verdadeira identidade num discurso que deveria ser de homenagem.

Em suas palavras, referindo-se a FHC: “Àquele que revelou compreensão e tolerância”.

Realmente, a tolerância foi comprovada tendo em vista que o discursor foi Ministro de FHC. O discurso, publicado na Folha de São Paulo dia 1 de Julho, mostrou realmente que os tempos mudaram.

Quem mais deveria silenciar, salientou-se, mostrou-se por inteiro, lógico que com outra indumentária que não lembrava em nada o traje de militar das selvas, como se expos em fotos. Um guerreiro de’ faz de contas’, mas que o trouxe barulhentamente à mídia na época.

Agora, todo enfatiotado como mandava o figurino, extravasou o seu “eu”, encaixando-se exatamente como catalogou o teatrólogo ao qual se referiu o “simplório” Ministro em seu discurso.

“È, aquilo foi forte”, disse o homenageado guardando para si o que pensara ao ouvir o parlador desastrado. Não fora o grau de polidez dos ouvintes, o zum–zum empanaria a festa. Acredito que outros que participavam da cerimônia sentiram-se aturdidos pela falta de ética de quem “não chegou devagar e não ficou quieto”.

É, o discursor não percebeu que estava enquadrado no conceito do teatrólogo, e então se empolgou com a frase: “Os tempos mudaram!”.

É ... no momento, no Planalto, ele entra devagar e fica quieto.

Bom menino... defenderia com sucesso uma guerra de Paintball!

(*) IRIS DÉA é cronista do quotidiano mato-grossense visto peos olhos da alma, e escreve para Hipernoticias.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros