Artigos Terça-feira, 21 de Junho de 2011, 10:09 - A | A

Terça-feira, 21 de Junho de 2011, 10h:09 - A | A

Como vencer a inveja

Na vida não existe solução fácil, nada vem de graça, se transformarmos cada minuto das nossas vidas em trabalho evolutivo, tudo fica mais fácil e as dificuldades desaparecerão no prazer de cada palmo de conquista que alcançamos

WILSON CARLOS FUÁ

Divulgação

Quando você começa a fazer alguma coisa, sempre tem alguém torcendo contra. Se você consegue ultrapassar as primeiras dificuldades, a “torcida contra” aumenta. Realmente quando tentamos ou iniciamos algo novo sempre surge alguém com intuito de fazermos desistir, sempre dizendo não vai conseguir, não vai dar certo. Mas, devemos persistir se der certo ótimo, mas se der errado valeu pela tentativa.

O vazio da independência e a solidão de lutar por um ideal, é a própria razão de não estar fazendo as mesmas coisas que os demais, e essa vontade única às vezes pode até ofuscar a visibilidade necessária e o meio desgastante de ter que fazer tudo contra tudo e torcer contra todas as torcidas contrárias, inclusive às vezes torcendo contra si mesmo pela vontade de desistir.

Quantas vezes ao começar um projeto, saímos por ai, dizendo aos quatro ventos como se a nossa realização trouxesse satisfação a todas as pessoas. Não é bem assim, no mundo competitivo em que vivemos as invejas secretas e as concorrências injustas, estão a todo instante sendo o nosso pior inimigo.

No mundo atual a torcida contra, tem vida longa e deixa herança da continuação pelos caminhos para seus herdeiros, que não leva a nenhum destino, mas atrapalha enormemente a evolução daqueles que não sabem guardar segredo.

O importante é saber usar a energia da “torcida contra” para adestrar sua vontade de vencer, para aumentar o seu poder de luta e para que os seus objetivos sejam mais profundos e mais sério no que está pensando ou fazendo. Aproveite a sua energia e a própria energia do contra para fortalecer seus passos em busca das vitórias.

Na vida devemos estar preparados para enfrentar todo tipo de adversidades, principalmente quando nos destacamos pelo que sabemos fazer de melhor. Contra o nosso sucesso encontramos uma legião de perseguidores implacáveis na arte da inveja e um verdadeiro de exército composto de inimigos ocultos. Cabe ressaltar que quem não se deixa abater e segue sempre se aperfeiçoando e se especializando, jamais temerá os fracos de espírito, e na verdade a sorte estará sempre ao lado dos competentes e que só os fortes de mente conhecem, e que apesar dos pesares não se cansam de passar á diante a arte do ensinar sem ter medo de status ou se dispõe a concorrer em qualquer atividade profissional e na vida como um todo.

Na vida não existe solução fácil, nada vem de graça, se transformarmos cada minuto das nossas vidas em trabalho evolutivo, tudo fica mais fácil e as dificuldades desaparecerão no prazer de cada palmo de conquista que alcançamos, pois o sucesso ou insucesso é conseqüência natural do seu dia-a-dia.

Fazer sucesso na vida parece ser algo que precisa ser muito bem elaborado, o primeiro passo na vida, é definir objetivos e o segundo passo é desenvolver o trabalho evolutivo. Viver como ser evolutivo é algo simples que precisamos conquistar um pouco a cada dia, valorizando os momentos, lutando para não desistir, agradecendo as oportunidades e sempre acumulando forças para lutar.

Fica a pergunta: a inveja interfere na vida das pessoas que usam sua capacidade plena e o trabalho evolutivo para suas realizações ou está apenas no subconsciente de quem as tem?

(*) WILSON CARLOS FUÁ é economista, especialista em Administração Financeira e Recursos Humanos  e colaborador de Hipernoticias. E-mail: fuacba@hotmail.com

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros