Política Segunda-feira, 13 de Junho de 2011, 16:17 - A | A

Segunda-feira, 13 de Junho de 2011, 16h:17 - A | A

PREVISÃO

Zé Domingos diz que DEM e PSDB não têm necessidade de continuar juntos em 2012

Deputado estadual licenciado e secretário de Produção Rural já defende tese do fim de 'união' que ocorreu em 2010

Jupirany Devillart/AL
Atual secretário do governo do Estado, Zé Domingos sente-se bem no staff e já fala em rompimento da aliança
O deputado licenciado da Assembléia Legislativa, José Domingos Fraga (DEM), atual secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), rebateu posição do presidente regional do PSDB, Nilson Leitão, de que o os democratas devem deixar o governo Silval Barbosa (PMDB) para que as duas siglas (PSDB e DEM) possam marchar juntos no pleito eleitoral de 2012.

O deputado licenciado da Assembléia Legislativa, José Domingos Fraga (DEM), atual secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), rebateu posição do presidente regional do PSDB, Nilson Leitão, de que o os democratas devem deixar o governo Silval Barbosa (PMDB) para que as duas siglas (PSDB e DEM) possam marchar juntos no pleito eleitoral de 2012.

 

Leitão fez essa observação tendo como referência o município de Sinop, onde teria havido um acordo entre as legendas de apoio ao nome do ex-deputado Dilceu Dal Bosco (DEM) à prefeitura de Sinop, que atualmente é gerida pelo peemedebista Juarez Costa.

Motivado com a secretaria , Zé Domingos disse que “agora é que estamos numa fase de ‘bombar’, agora que já reestruturei, já definimos os programas, vamos trabalhar em sete cadeias produtivas e estou esperando o governador mandar disparar a metralhadora”.

Aliás sobre a questão política, Domingos foi ainda mais além: disse não ver como “tendência” a união mais uma vez dos dois partidos.

“A orientação nacional é para que estivéssemos juntos em 2010, isso em três de outubro, no entanto não há necessidade de a gente continuar junto, o partido([DEM) é soberano e tem que buscar aquilo que for melhor a nível de municípios”, apontou lembrando que o DEM (ex-PFL) sempre foi adversário ao PSDB e que, por uma conjuntura de 2010 “nós nos abraçamos”.

Ainda com memória fresca recordou dos embates entre as duas legendas em pleitos anteriores. “Quanto pau o Wilson Santos (ex-prefeito de Cuiabá pelo PSDB) deu no Jaime (Campos, senador do DEM) quando o Jaime era governador!”

Especificamente sobre o suposto acordo para Sinop, Fraga, que é secretário-geral do DEM estadual, avaliou como uma questão estadual e que, sendo os partidos soberanos para avaliarem suas políticas internas , não se pode interferir “e há que se respeitar as particularidades”.

O DEM demorou para se posicionar quanto ao governo Silval e foi o último indicar um nome para ocupar o primeiro escalão do atual governo.

SORRISO

O único pré-candidato a prefeito de Sorriso atualmente é Chicão Bedin (PMDB), que vai buscar a reeleição. Essa é a opinião de José Domingos Fraga que se mostrou resistente à tese de ser candidato do DEM à sucessão municipal.

“Meu projeto é ser deputado, mas sou um homem de grupo”, respondeu .

Bedin tem enfrentando problemas políticas na atual administração. Recentemente teve nome envolvido em denúncias de compra de apoio junto à Câmara de vereadores que, em tese, seria para ganhar governabilidade no Legislativo. O prefeito negou a ilegalidade e o caso tramita na Justiça.

“O único candidato lá, na minha opinião é o atual prefeito, porque tem a máquina na mão e que tem a prerrogativa de usufruir desse instituto que é perverso”, sinalizou.
Deve fazer páreo a Bedin em Sorriso, o deputado estadual Mauro Savi (PR), que já admitiu tal intenção.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros