Política Terça-feira, 29 de Março de 2011, 17:17 - A | A

Terça-feira, 29 de Março de 2011, 17h:17 - A | A

Adeus

Políticos de Mato Grosso lamentam a morte de José Alencar

Repercussão aponta a importância do ex vice-presidente no cenário político do Estado

Aliana Camargo / Isadora Spadoni

Divulgação

Morreu, nesta terça-feira (29) às 14h41 o ex-vice presidente José Alencar aos 79 anos, no Estado de São Paulo. Alencar travava há anos uma luta contra o câncer no estômago. Em Mato Grosso, a repercussão no cenário político foi expressiva.Em nota o Governador Silval Barbosa (PMDB) deixou declaração no site oficial de comunicação: “José Alencar foi um exemplo de resignação e de luta pela vida que emocionou a todos os brasileiros nesses últimos 13 anos, servindo de dignificante exemplo, já que ocupava importante função pública e, através dela, transmitiu à sociedade brasileira nobres sentimentos cristãos e cívicos”.

O senador Pedro Taques (PDT) lamenta e diz “É uma perda irreparável, era um grande empresário, mas cresceu como um simples trabalhador e teve uma conduta responsável como vice-presidente”.

O presidente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, José Geraldo Riva (PP) manifestou-se dizendo: “O Brasil acompanhou a luta do ex-vice presidente, rezou e torceu por ele. Sua conduta pública merece ser reverenciada e tomada como exemplo por todos nós. A Assembléia Legislativa de Mato Grosso está de luto, assim como o resto do País”.

O deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) avaliou o lado empresarial de José Alencar. Para ele Alencar representou o "ponto de equilíbrio" do governo do presidente Lula, pela coerência, principalmente quando se manifestava contrário às medidas estabelecidas. "Zé Alencar acabou conquistando a simpatia do povo brasileiro, pelo seu jeito simples e sereno, até mesmo nos momentos mais críticos. Trabalhou incansavelmente, gerou empregos contribuindo para o desenvolvimento do País, formou uma bela família e valorizou a vida até o último instante, com uma fé inabalável, servindo de exemplo para todos nós", comentou Bezerra.

O presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) Ságuas Moraes falou da atuação de José de Alencar, ao lado de Lula, na governabilidade dos dois governos do Partido. De acordo com Ságuas, o próprio Lula chegou a declarar que se tivesse conhecido José Alencar antes não teria perdido tantas eleições. “Todo petista reconhece a importância do Zé Alencar no desenvolvimento do país. Tanto é que ele é filiado honorário do PT”, afirmou o deputado.

O senador Blairo Maggi lembrou, em plenário, do empresário que compartilhou, junto com agricultores do Estado, o crescimento da produção de Algodão."Por várias vezes, ele esteve em Mato Grosso e participou em dias de campo, sempre levando o seu entusiasmo e dizendo a todos nós que precisávamos retomar aquela posição de produtor de algodão. Passados dez, doze anos, somos, novamente, o segundo maior exportador de algodão do mundo".

Para Maggi a morte de Alencar impõe uma lacuna no meio político: "O Brasil perde um grande homem, aguerrido até o fim. José Alencar construiu uma trajetória brilhante, mostrando que com a união de forças e arrojo é possível fazer mais pelas pessoas e pelo nosso país".

José Alencar será velado no Palácio do Planalto. No percurso de sua luta contra o câncer dizia: “Não tenho medo da morte, tenho medo da desonra”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Jamil Pimentel 29/03/2011

Essa frase dele, no final da matéria, é linda. Poderia muito bem estar sobre a sua lápide, desde que condizentes com sua vida, pública e privada, que conheço muito pouco. Gostei da matéria, bem ilustrada, informada e redigida.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros