Política Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020, 15:00 - A | A

Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2020, 15h:00 - A | A

MUDANÇA DE GESTÃO

Mendes diz que passará Distrito Industrial para Cuiabá se Prefeitura tiver recursos

WELLYNGTON SOUZA E LUIS VINÍCIUS
DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) indicou que irá analisar o pedido do prefeito reeleito em Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), para ceder áreas na Capital que estão sob gestão do Estado. Na manhã desta terça-feira (1º) o governador afirmou que deverá ter uma agenda com Emanuel nos próximos dias. A data, no entanto, ainda está sendo definida pela Secretaria de Estado da Casa Civil. 

Divulgação

unnamed.jpg

 

"Emanuel vai apresentar os pleitos dele. Fazemos sempre uma análise técnica e óbvio, se ele demonstrar que tem dinheiro, por exemplo, para investir R$ 45 milhões no Distrito Industrial, podemos analisar, pois está dentro do nosso planejamento, o governo tem dinheiro em caixa para isso", ressalta Mendes.

Conforme noticiado pelo Hipernotícias, durante a primeira coletiva de imprensa após vitória nas urnas, Emanuel disse que deverá tratar com o governador o futuro de Cuiabá, como parcerias, convênios, obras e ações do Executivo estadual e municipal.

Entre elas, pedirá a transferência do Distrito Industrial para administração municipal e a gestão do Largo do Rosário, a popular Ilha da Banana, na região do Morro da Luz.

LEIA MAIS: "Não precisamos ser amigos", diz Emanuel sobre Mendes

Mauro Mendes, no entanto, defendeu sua gestão na resolução de problemas. Segundo ele, a transferência de áreas para a gestão municipal não é uma prioridade do governo, mas irá analisar quando a pauta for apresentada. 

"Já demonstramos no nosso governo que nós resolvemos problemas. Não jogamos para galera, não conversamos fiado. Não está no meu radar essa conversa [transferência de gestão ao município], mas quando a demanda chegar eu me aprofundo e analiso tecnicamente, se houver pertinência e for a melhor solução eu passo para qualquer prefeito", defendeu.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros