Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Política Segunda-feira, 19 de Setembro de 2022, 13:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 19 de Setembro de 2022, 13h:00 - A | A

SOLTOU O VERBO

Mendes cobra leis mais duras contra bandidos chamando congressistas de frouxos

Declaração foi dada em entrevista à Rádio Vila Real, na manhã desta segunda-feira, quando questionado sobre violência no Estado

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

O candidato à reeleição, governador Mauro Mendes (UB), criticou o Congresso Nacional pela falta de produção de leis mais severas contra a criminalidade no país. Em entrevista à Rádio Vila Real, na manhã desta segunda-feira (19), Mendes chegou a classificar os congressistas como frouxos e pediu para que eles trabalhassem direito.

Segundo Mauro, diversas cidades foram tomadas pelo crime organizado, ao relatar insatisfação contra legislação, após ouvir relatos dos próprios profissionais de segurança que prendem criminoso, mas que este é solto logo na sequência, antes mesmo do término da burocracia.

“De vez em quando, a gente escuta os nossos policiais dizendo assim: 'prendi um bandido, vou para delegacia com ele, chegou na delegacia, entrego ele para o delegado, vou lá preencher a papelada, o boletim, fazer a burocracia, mas olho pela janela e o bandido está saindo'. Isso não é culpa do delegado, isso não é culpa do juiz, é culpa da lei brasileira frouxa”, criticou.

“Se eles não mudam a lei brasileira para dar segurança à população é porque é um bando de frouxos, um bando de irresponsáveis. Desculpe! Quando falo sobre isso, eu mostro a indignação que eu tenho como cidadão. Eu tenho certeza que o cidadão também fica indignado com isso, sabe que o bandido está comendo solto e a lei protege os caras”, disparou.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros