Quinta-feira, 25 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,66
euro R$ 6,14
libra R$ 6,14

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,66
euro R$ 6,14
libra R$ 6,14

Política Terça-feira, 19 de Março de 2024, 10:55 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 19 de Março de 2024, 10h:55 - A | A

NEGOCIAÇÕES COM BA

Mauro só aceita oferta para venda dos vagões do VLT que "reponha dinheiro gasto corrigido"

Rogério Gallo foi representar MT em conversa com o governo baiano e concessionária no TCU

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O governador Mauro Mendes (União Brasil) afirmou que só aceitará a oferta do governo da Bahia para vender os vagões do VLT caso o valor seja equivalente ao que foi gasto e considere a correção monetária. O secretário de Estado da Fazenda (Sefaz-MT), Rogério Gallo, foi destacado para representar Mato Grosso na mesa de negociações com o Executivo baiano e a concessionária, no Tribunal de Contas da União (TCU). Segundo Mauro, Gallo é um dos negociadores "mais duros" do Estado e não irá facilitar para os compradores interessados, que ofereceram R$ 600 milhões, porém, Mato Grosso pede o dobro: R$ 1,2 bilhão. 

LEIA MAIS: Imprensa baiana diz que governo de MT propõe dobro do valor ofertado por BA pelos vagões do VLT

"Fomos chamados pelo Tribunal de Contas da União para tentar uma conciliação e o TCU, através do ministro Bruno Dantas, se propôs a intermediar entre o interessado, que é o governo da Bahia, os donos dos vagões, que é o consórcio, e o estado de Mato Grosso, que pagou por isso, mas que hoje cobra na Justiça o dinheiro de volta. Se nós encontrarmos uma solução consensual que reponha o dinheiro que nós gastamos corrigido, ok. Podemos aceitar", disse Mendes nesta segunda-feira (18).

O governador ainda completou informando que o trâmite está em andamento. "Essa negociação está andando e temos representantes do governo de Mato Grosso acompanhando, como o governo da Bahia e TCU. As reuniões continuam e estou torcendo para chegar em um resultado que seja bom para todo mundo". 

LEIA MAIS: Ministro do TCU prorroga discussão sobre venda dos vagões do VLT para Bahia pela 3ª vez

Embora admita que a rodada de conversas está ativa, o governador mantém sigilo para não perder espaço e colocar em risco avanços conquistados por Gallo. A última atualização sobre a venda, inclusive, foi feita pelo secretário de Fazenda na manhã de segunda, antes de Mauro conceder coletiva à imprensa em Lucas do Rio Verde (a 331 km de Cuiabá). 

"O povo gosta de falar muito. Eu não gosto. O segredo do sucesso não é manter sigilo, mas é você não falar antes que a coisa acontece (sic). Eu não gosto de falar daquilo que ainda vai acontecer. Não preciso ficar conjecturando", ponderou o governador. 

Mendes reconheceu que o valor pedido ao governo da Bahia é alto, porém, disse ser "normal" o vendedor querer mais do que a oferta do comprador. 

"Estamos na mesa que fomos convidados. Designei talvez um dos mais duros negociadores de Mato Grosso, o Rogério Gallo, o meu galo está lá", ironizou o governador. "Estamos tentando construir. Hoje, falei com o Gallo sobre isso e, semana passada, falei com o Bruno. Agora, é normal a gente querer mais e o comprador querer menos", finalizou Mauro Mendes. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros