Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Política Domingo, 21 de Agosto de 2022, 11:35 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 21 de Agosto de 2022, 11h:35 - A | A

"ESPAÇO DO ACOLHIMENTO"

Márcia promete ampliação de espaço de assistência integral às vítimas de violência doméstica

Além da assistência imediata, o plano de governo da primeira-dama também prevê a oferta de qualificação específica, além de linhas de crédito especialmente elaboradas visando o atendimento às mulheres

Da Redação

A candidata ao governo e primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (PV), elencou, dentre suas promessas de campanha, a ampliação do 'Espaço do Acolhimento', destinado às mulheres vítimas de violência e impantado pela gestão da família Pinheiro em Cuiabá. 

O assistencialismo tem sido o mote eleitoral da campanha de Márcia que, segundo seu coordenador, o prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB), tem como objetivo fortalecer a ideia de um 'Mato Grosso para todos'. 

Nesse sentido, a representante da Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdoB) prometeu ampliar o 'Espaço do Acolhimento' que funciona há dois anos  nas instalações do Hospital Municipal de Cuiabá e Pronto Socorro (HMC). 

Nesse espaço, as mulheres vítimas de violência psicológica ou física podem buscar por assistência integral (jurídica, psicológica e assistencial). O Espaço do Acolhimento, possibilita o atendimento 24 horas, em todos os dias da semana.

“Chegando ali, essa mulher é recepcionada por uma rede sociaassistencial. Ela terá, assim como os filhos, o acesso à rede de proteção o que inclui assessoria jurídica. Só em dois anos de atuação já foram mais de mil atendimentos. Entendo a urgência de que todo Estado mantenha essa rede, que agrega medidas transversais, para de fato, que esse ciclo de violência seja encerrado. É preciso garantir que os hospitais regionais ofertem essa gama de serviços. E por isso temos a proposta de levar essa iniciativa a todas as regiões de nosso Estado, é uma ferramenta para mudar esse cenário”, explicou a candidata. 

Além da assistência imediata, o plano de governo da primeira-dama também prevê a oferta de qualificação específica, além de linhas de crédito especialmente elaboradas visando o atendimento às mulheres em situação de vulnerabilidade social.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros