Política Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011, 12:47 - A | A

Quinta-feira, 10 de Novembro de 2011, 12h:47 - A | A

VEDADOS

Câmara aprova “Ficha Limpa” para ocupar cargos de secretário em Cuiabá

Quem estiver com nome sujo na Justiça, a partir de sentença transitada em julgado, não poderá ser nomeado para compor staff da Prefeitura de Cuiabá

NOELMA OLIVEIRA

Mayke Toscano/Hipernotícias

Projeto de lei de autoria do vereador Antônio Fernandes (PSDB) veda escolha de secretário com nome sujo

A Prefeitura de Cuiabá só poderá nomear para o staff os chamados “fichas limpas”. É o que determina o projeto de lei aprovado nesta quinta-feira (10) por unanimidade, pela Câmara de Vereadores da Capital. A proposta tramitava no Legislativo desde julho de 2010. Foram 16 votos favoráveis. Três parlamentares estavam ausentes da sessão. O projeto vai para sanção do prefeito Chico Galindo.

O projeto de lei é de autoria do vereador Antônio Fernandes (PSDB). Recentemente, a Assembleia Legislativa derrubou um veto ao projeto, do também tucano deputado Guilherme Maluf, permitindo que o “Ficha Limpa” possa ser adotado no âmbito estadual. O governador Silval Barbosa (PMDB) havia vetado a proposta.

“Fica vedada à nomeação para cargos de secretários do município, ou equivalente, de pessoas que tenham contra si condenação, em decisão transitada em julgado, ou proferida por órgão judicial colegiado, pelo prazo de cinco anos, contados a partir da decisão condenatória”, cita um trecho do projeto de Lei.

O projeto de Lei “Ficha Limpa” na Câmara segue os mesmos critérios da Lei nacional que proíbe políticos com alguma condenação colegiada, transitada e julgada, disputar qualquer mandato eletivo a partir da próxima eleição.

Os vereadores Júlio Pinheiro (PTB), presidente da Câmara; Paulo Borges (PSDB) e Deucimar Silva (PP) não estavam presentes na votação em plenário.

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

João Neto 10/11/2011

Parabens aos vereadores, tomara que esta lei seja o primeiro passo para futuramente seja aprovado para os nossos representantes na esféra Estadual e Federal!

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros