Política Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 11:16 - A | A

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 11h:16 - A | A

PESQUISA IBOPE

Abílio tem mais votos de pessoas com renda alta; Emanuel lidera entre os que ganham até um salário mínimo

WELLYNGTON SOUZA
DA REDAÇÃO

O candidato a prefeito de Cuiabá, vereador Abílio Júnior (Podemos), lidera na intenção de votos entre o público evangélico, homens e pessoas com renda superior a cinco salários mínimos. O parlamentar concorre o segundo turno da eleição municipal com o candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB). O pleito será realizado no próximo dia 29. 

Divulgação

cuiaba.jpg

 

De acordo com os dados levantados em uma pesquisa do Ibope, divulgada na última segunda-feira (23), pela TV Centro América, Abílio tem 57% das intenções de votos do público masculino. Já 61% dos evangélicos votariam nele.

Entre os entrevistados que ganham mais de cinco salários mínimos, 46% dos entrevistados lembraram o nome de Abílio.

Emanuel Pinheiro lidera com 47% na intenção de votos entre o público feminino, 43% dos jovens entre 16 a 24 disseram votar no emedebista.

Já pessoas acima de 55 anos representam 37% das intenções dos votos e 49% do público que recebe até um salário mínimo também lembraram o nome do atual prefeito.

Os dados da pesquisa levaram em consideração a escolaridade dos entrevistados. Do público do ensino fundamental, 48% declararam votar em Abílio contra 26% a Emanuel; do ensino médio, 39% elegeriam Abílio e 42% foram favoráveis a atual gestão, enquanto pessoas formadas no ensino superior, 46% lembraram o nome do candidato do Podemos e 39% do emedebista.

Dados sobre a pesquisa

A margem de erro da pesquisa é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95%. Foram ouvidos 602 eleitores de Cuiabá, entre os dias 21 e 23 de novembro de 2020. A pesquisa foi registrada com o número MT 07435/2020 na Justiça Eleitoral. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros