Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Polícia Terça-feira, 09 de Agosto de 2022, 13:49 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 09 de Agosto de 2022, 13h:49 - A | A

OPERAÇÃO CHAPEIROS

Polícia faz operação para prender dupla que matou advogado a tiros em Cuiabá

O delegado responsável pelas investigações, Marcel Gomes de Oliveira, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que a principal linha de investigação é que o advogado teria sido vítima de um crime de mando.

AMANDA DIVINA
Da redação

A Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) deflagrou nesta terça-feira (9) a operação Chapeiros para prender os assassinos do advogado  Antônio Padilha de Carvalho, 60 anos. Ele foi morto com três tiros no dia 4 de dezembro de 2019, no bairro Jardim Leblon, em Cuiabá, enquanto estava em um carro.

Reprodução

antonio padilha

 

Foram alvos o ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Avulsos ( SINTRAMM ) Joemir Ermenegildo e o ex-tesoureiro Adinaor Farias. Outros dois mandados de prisão também estão sendo cumpridos.

O que teria motivado a morte do advogado seria porque Antonio entrou na Justiça para destituir o grupo da direção do sindicato.

À época, as imagens onde é possível ver os criminosos foram disponibilizadas.  Os suspeitos utilizaram uma motocicleta para perseguir a vítima, que dirigia um veículo Fiat Cronos.

Utilizando camisa de mangas longas, a dupla andou por várias ruas da Capital antes de executar o crime.

O delegado responsável pelas investigações, Marcel Gomes de Oliveira, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que a principal linha de investigação é que o advogado teria sido vítima de um crime de mando.

O CRIME

Padilha seguia por uma das avenidas do bairro quando parou em um semáforo. Na sequência, os assassinos se aproximaram e atiraram diversas vezes na vítima.

O advogado não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Já os assassinos fugiram e ainda não foram localizados pela Polícia Civil.

Quem tiver informações do paradeiro dos assassinos pode entrar em contato no 190.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros