Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Justiça Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 15:06 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 21 de Maio de 2024, 15h:06 - A | A

INFILTRADAS EM 2022

TRE redobra monitoramento contra atuação de facções criminosas nas eleições de 2024

Neste ano, a Polícia Civil descortinou os planos de um advogado ligado ao tesoureiro do Comando Vermelho, Paulo Witer Farias Paello, o "WT", e do irmão do faccionado para se lançarem à vereança na Capital

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O serviço de inteligência do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) redobrará os cuidados com a atuação do crime organizado nas eleições municipais de 2024. Em entrevista à imprensa na segunda-feira (20), diretor-geral da Corte, Mauro Sérgio Rodrigues, revelou que, em 2022, foram identificadas ações como financiamento de campanha, compra de votos e coação orquestradas por facções criminosas. 

Conforme Mauro Sérgio, caso sejam identificadas novas ocorrências, as ações poderão envolver as polícias Civil, Militar, Federal e até mesmo a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Segundo ele, em alguns municípios mato-grossenses, a atuação das facções no processo eleitoral já foi constatada no passado e, embora ainda não existam denúncias com relação ao pleito deste ano, a preocupação é concreta e a fiscalização será intensificada. 

"É uma preocupação do país todo. A ideia do serviço de inteligência é se adiantar. Se está tendo alguma movimentação do crime organizado, a ideia é que o GGI (Gabinete de Gestão Integrada) atue o quanto antes. Sabedores dessa tendência, vamos antecipar os fatos para que não tenhamos problemas", explicou. 

A vigilância constante, de acordo com o diretor, aumenta com o período de convenções partidárias e escolha de candidatos se aproximando. Ainda conforme Rodrigues, devido ao número significativo de candidatos - cerca de 14 mil - esperados para as eleições de 2024 em Mato Grosso, os profissionais do TRE se preparam para lidar com uma maior quantidade de ocorrências. 

CANDIDATOS DO CV

A infiltração das facções criminosas tem sido denunciada por políticos como o deputado Wilson Santos (PSDB), que alegou ter sido impedido por faccionados, nas eleições de 2022, de fazer campanha em determinados bairros de Cuiabá. 

Já neste ano, a Polícia Civil descortinou os planos de um advogado ligado ao tesoureiro do Comando Vermelho, Paulo Witer Farias Paello, o 'WT', de se lançar candidato à vereança na Capital. O irmão de Paulo Witer também se lançaria à Câmara Municipal. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros