Justiça Segunda-feira, 02 de Maio de 2011, 13:03 - A | A

Segunda-feira, 02 de Maio de 2011, 13h:03 - A | A

DESEMBARGADOR

Posse de Marcos Machado no Tribunal de Justiça do Estado será às 17h

Aos 41 anos, 18 deles como promotor de Justiça em MT, Machado ascende a desembargador do Tribunal de Justiça pelo Quinto Constitucional do Ministério Público

DA REDAÇÃO

 

Mayke Toscano/Hipernotícias
O Tribunal de Justiça de Mato Grosso confirmou para as 17h00 desta segunda-feira (02) a posse do ex-promotor de justiça Marcos Henrique Machado como desembargador. Ele assume a vaga pelo quinto constitucional, na vaga reservada a membro do Ministério Público Estadual.

Segundo informações do TJMT, o nome de Marcos Machado foi escolhido pelo governador Silval Barbosa dentre os integrantes de lista tríplice elaborada em sessão extraordinária administrativa do Tribunal Pleno e encaminhada ao Poder Executivo pelo TJ no dia 18 de abril.

Entre os nomes dos membros do Ministério Público Estadual que compuseram a lista tríplice, o promotor de Justiça Marcos Henrique Machado obteve a maioria dos votos. A votação foi realizada seguindo a Recomendação nº 13 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no sentido de que a lista tríplice fosse definida com base em voto aberto e fundamentado. Ao todo, 22 desembargadores compareceram à convocação do presidente do TJMT para participar da eleição.

CURRÍCULO

O promotor Marcos Henrique Machado nasceu no dia 6 de outubro de 1969, em Bauru (SP). Formou-se bacharel em Direito pela Faculdade de Araçatuba (SP/ITE), em 1991. Ingressou no Ministério Público do Estado de Mato Grosso em 21 de dezembro de 1993, para exercício do cargo na Comarca de Sorriso (1ª Entrância). Atuou ainda nas comarcas de Guiratinga, Pontes e Lacerda, Jaciara, Rondonópolis, Cáceres, Várzea Grande e em Cuiabá, onde exerce suas funções desde 11 de setembro de 2000.

Machado também teve uma controversa participação política como secretário de Estado nos governos de Rogério Salles e de Blairo Maggi, sendo que neste último era tido como “supersecretário”, tendo chefiado a Administração, Saúde e Meio Ambiente, exercício profissional contestado por seus próprios pares no MPE.

Depois de sair do Governo, em 2008 Marcos Machado nas eleições municipais, em Cuiabá, como promotor eleitoral, outro fato polêmico que envolveu sua carreira, por causa de suas ligações políticas com o grupo ligado ao governador Blairo Maggi. (Com informações da assessoria de imprensa do TJ

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros