HiperNotícias - Você bem informado

Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011, 11h:40

Homens jovens são os que mais morrem de causas violentas no país

IBGE mostra também que 51% das mortes infantis acontecem até o sexto dia de vida

PORTAL R7

Tim Hales/Associated Press

A maioria dos óbitos entre jovens do sexo masculino ocorre com idades entre 15 a 24 anos
Pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada nesta quarta-feira (30) sobre Estatísticas do Registro Civil mostra que a maioria dos jovens entre 15 e 29 anos morre em razão de causas violentas no Brasil.

Embora o estudo não detalhe as causas dos óbitos, o índice abrange mortes provocadas em decorrência de homicídios, suicídios, acidentes de trânsito, entre outras causas externas.

As Unidades da Federação com as maiores proporções de óbitos violentos foram Amapá (24,4%) e Alagoas (23%), no caso dos homens, e Mato Grosso (7,3%) e Maranhão (6,4%), para as mulheres.

A maioria dos óbitos entre jovens do sexo masculino ocorre com idades entre 15 a 24 anos. Entre jovens do sexo feminino, da mesma faixa etária, o percentual de mortes violentas é alto, mas corresponde a 20% do total de óbitos nessa idade. Ainda segundo o estudo, considerando todas as faixas etárias, a mortalidade violenta masculina é quase quatro vezes maior que a das mulheres.

MORTALIDADE INFANTIL

Em relação à mortalidade infantil, o estudo também mostra que, em 2010, 51,8% dos óbitos infantis ocorreram no período neonatal precoce (até seis dias de vida), mais que em 2009, quando esse índice foi de 50%. Em países desenvolvidos, 90% dos óbitos infantis se concentram neste período.