Sábado, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Esportes Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 07:30 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 07h:30 - A | A

Zé Roberto elege 'alvos' do Brasil contra a Polônia e pede saque agressivo

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O técnico José Roberto Guimarães elegeu os "alvos" da seleção brasileira feminina de vôlei na aguardada partida com a Polônia, nesta quarta-feira, pela Liga das Nações. No duelo entre as duas equipes invictas na competição até agora, o treinador apontou preocupação com a oposta Magdalena Stysiak e com a levantadora Joanna Wolosz.

"O time da Polônia tem jogado muito bem nestas últimas duas fases. Seu ponto de força esta em sua levantadora, Wolosz, e também em Stysiak, que está fazendo um grande campeonato. É um time que está bloqueando, se defendendo e contra-atacando muito bem. Tem mantido uma regularidade muito grande, o que está fazendo com que a Polônia tenha permanecido invicta", comentou o brasileiro.

Brasil e Polônia ocupam as primeiras colocações da tabela, com as polonesas na frente, com 24 pontos, contra 22 das brasileiras. A partida desta quarta, portanto, pode deixar o Brasil na liderança. E até sacramentar a classificação para a fase final da Liga das Nações.

"É um jogo muito importante porque pode decidir essa fase de classificação e os primeiros lugares. O que a gente precisa é ter um saque agressivo, como temos feito, mas pode ser melhor. Nosso bloqueio em relação a Stysiak é importante. E também a nossa relação bloqueio e defesa, que passa a ter um importância enorme, propiciando contra-ataques. E precisamos ter atenção com a nossa saída de jogo, que é onde temos que rapidamente conseguir virar as bolas importantes, recebendo os saque da Polônia."

A levantadora Roberta pregou atenção com a velocidade do jogo polonês. "É um time alto, com potência de ataque. Vem jogando muito rápido. Tenho certeza de que será um jogo muito difícil. Estamos nos preparando e estudando bastante para este jogo. Espero que, com o que sei delas, eu possa ajudar o nosso time."

O jogo contra a Polônia vai abrir a terceira semana da Liga das Nações para o Brasil. Na sequência, o time nacional vai encarar a Alemanha, na quinta-feira (6 horas), a Bulgária, na sexta (2h30) e a Turquia, no domingo (6 horas).

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros