Domingo, 16 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Esportes Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 17:15 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 17 de Maio de 2024, 17h:15 - A | A

Abel Ferreira é acionado na Fifa pelo Al-Sadd, do Catar, por descumprir pré-contrato

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

Abel Ferreira, técnico do Palmeiras, foi acionado na Fifa pelo Al-Sadd por descumprir um acordo de pré-contrato com o clube do Catar. O treinador português tinha proposta da equipe do Oriente Médio, mas no início deste ano decidiu renovar com time paulista por mais duas temporadas, estendendo o vínculo até o fim de 2025. Procurado pelo Estadão, o Palmeiras informou que "está ciente do caso e já vem tomando todas as medidas jurídicas cabíveis".

Segundo informações da TNT Sports, o Al-Sadd deseja uma compensação financeira de 5 milhões de euros (R$ 28 milhões aproximadamente) pelo não cumprimento do acordo. Caso a Fifa entenda que o Palmeiras persuadiu o treinador para não celebrar o contrato, o clube brasileiro também pode ser punido.

O contrato teria sido assinado em 15 de novembro, quando o Brasileirão estava paralisado por causa da Data Fifa, e determinava que o treinador assumisse a equipe do Oriente Médio em 27 de dezembro, período em que o time alviverde estava de férias. À época, o estafe do português desconversou sobre qualquer tipo de negociação com o Al-Sadd.

Em novembro do ano passado, o jornal português "Sport" informou que Abel Ferreira tinha conversas adiantadas para assumir o Al-Sadd. O plano do clube seria transformar o treinador no técnico mais bem pago do planeta - Diego Simeone, do Atlético de Madrid, lidera o topo do ranking, recebendo 34 milhões de euros anuais. Assim como a Arábia Saudita, o Catar tem planos de investir alto no futebol.

Apesar de não confirmar qualquer tipo de negociação, Abel Ferreira deu sinais de que poderia, sim, deixar o Palmeiras. O treinador reforçou seu descontentamento com o apertado calendário do futebol brasileiro por diversas vezes durante entrevistas coletivas no segundo semestre do ano passado. O comandante palmeirense chegou a dizer que estava "de saco cheio" das seguidas viagens e alterações nas datas das partidas. Em contrapartida, recentemente ele trouxe a família de Portugal para morar no Brasil, indicando a vontade de ficar no País por mais tempo.

Abel Ferreira chegou ao Palmeiras em 2020 após passagem pelo futebol da Grécia. Em pouco tempo ele se transformou em uma das figuras mais vencedoras da história palmeirense, igualando Oswaldo Brandão como o técnico que mais vezes conquistou títulos, com nove taças, incluindo um bicampeonato da Copa Libertadores (2020 e 2021) e do Brasileirão (2022 e 2023) e uma Copa do Brasil (2020). Ao logo do período à frente do time alviverde, ele recebeu propostas de equipes asiáticas e clubes do segundo escalão da Europa.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros