Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 15h:45

Tamanho do texto A - A+

No Pantanal, Luisa Mell critica governo federal por causa das queimadas; veja vídeo

Por: JOYCY AMBRÓSIO

A apresentadora e ativista dos direitos dos animais, Luísa Mell, está na região do Pantanal Mato-Grossense desde terça-feira (15). Ela veio acompanhar de perto a devastação ambiental que os focos de calor estão provocando no local. Em uma postagem em seu Instagram, a ativista afirma que as queimadas estão acontecendo para que tudo vire ‘pasto’, além de tecer críticas aos representantes federais.

LUISA MELL.png

Assim que chegou ao Pantanal, Luísa se reuniu com moradores da região, funcionários da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e voluntários, que estão ajudando no auxílio aos animais e combate aos incêndios.

Pelos ‘stories’ no Instagram, ela explicou que nesta quarta-feira (16) é que iria para as regiões mais devastadas. Em relato, Luísa além de lamentar sobre a atual situação da região, teceu críticas aos líderes federais e ao consumo de carne.

“É pior do que eu imaginava! Os lugares onde passou o fogo, os animais estão morrendo de fome e de sede, não está chegando comida, não está chegando água para distribuir para esses animais”, relatou a ativista.

Na sequência, ela declarou que está tentando levar caminhões pipas para os locais atingidos. Mas as pontes que fazem parte das vias de trânsito que dão acesso as regiões não estão suportando os veículos devido ao fogo que as atingiram.

E seguiu a fala tecendo críticas as lideranças federais. Segundo ela “não tem organização, não tem um líder para comandar tudo, não tem um ministro de meio ambiente”.

Além disso, a ativista que recentemente fez uma declaração polêmica afirmando que “churrasco é coisa do demônio”, manifestou que as queimadas estão acontecendo para tudo “virar pasto”. “Depois eu sou a que fala que o churrasco é do demônio”.

LEIA MAIS: “Churrasco é festa do demônio”, diz Luisa Mell em entrevista

Assista ao vídeo:

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei