Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 17h:30

Tamanho do texto A - A+

Mantendo rodízio de funcionários, comércio é liberado em Sorriso

Por: WELLYNGTON SOUZA

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sorriso (420 Km de Cuiabá), Nilson Molonha de Alencar, informou por meio de nota, que o comércio no município pode abrir às portas. No entanto, adotando um sistema de rodízio de funcionários que se adapte a cada empresa. 

c10ed3c24eaba0cfe21a548a90581810.jpg

 

"Podemos dessa forma ao mesmo tempo em que prezamos pela saúde e cuidados necessários, tanto de nossos colaboradores quanto de nossos clientes, para que não haja a disseminação do coronavírus. Continuaremos a atender ao público em suas necessidades e manter nossas empresas em funcionamento", defendeu.

Molonha diz ainda que faz parte do comitê criado pelo município, na qual se reúne a cada tomada de decisão e qualquer situação de emergência. "Devemos manter a calma diante da situação e ao mesmo tempo tomar as precauções necessárias para a manutenção da saúde de todos", destaca.

O Comitê de Crise da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município decidiu, em reunião na noite de terça-feira (24), manter o fechamento do comércio da cidade até sábado (28), e voltar a abrir as portas na segunda-feira (30).

Decreto emergencial

O prefeito de Sorriso Ari Genézio Lafin (PSDB), decretou no último domingo (22), situação de emergência para poder combater e prevenir o coronavírus no município.

O gestor determinou o fechamento por tempo indeterminado o funcionamento de bares e casas noturnas, com a possibilidade de intervenção policial em caso de descumprimento; atendimento restrito ao público no Paço Municipal.

Como ainda as feiras livres; voos operados no Aeroporto Regional Adolino Bedin estão suspensos até 30 de junho; suspensão das missas e cultos; a Câmara Municipal de Vereadores anunciou a suspensão das sessões.

Credito:
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei