Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Cidades Sexta-feira, 28 de Outubro de 2016, 09:56 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 28 de Outubro de 2016, 09h:56 - A | A

RODOVIA DA MORTE

Dois acidentes entre VG e Jangada; em um dos casos motorista morreu

MAX AGUIAR

Dois acidentes fecharam o trânsito na BR-364/163 entre Jangada e Várzea Grande na noite de quinta-feira (27). No primeiro caso, às 22h30, uma carreta que transportava caroço de algodão pegou fogo. Já no segundo caso o motorista ficou preso nas ferragens e morreu.

 

 

Reprodução

Rota do Oeste

 

Apesar da gravidade do primeiro caso, ninguém se feriu. O motorista, segundo a assessoria da Rota do Oeste, concessionária responsável pelo trecho, percebeu que o veículo estava soltando muita fumaça e resolveu parar. Em seguida, o caminhão pegou fogo e a pista precisou ser interditada para os procedimentos de resfriamento.  

 

Um caminhão pipa foi ao local para apagar as chamas e evitar novos acidentes. O trecho ficou interdidato e o trânsito lento por horas. Policiais ajudaram a controlar o tráfego.

  

Mais tarde, por volta das 23h55, uma carreta tombou na rodovia. Desta vez, na mesma curva onde segunda-feira (24) um casal e um filho recém-nascido morreram. O motorista da Scania carregada com soja não procedeu bem a curva e acabou tombando.

 

Com o impacto a cabine distorceu muito, deixando o condutor preso às ferragens. Quando os socorristas chegaram ele já estava morto. O condutor foi identificado como Sandro Cássio Tadeu Luzia, 43 anos. Ele era natural do Paraná e estava voltando de Sorriso.

 

O trânsito ficou fechado por mais de três horas e o corpo do motorista só foi retirado por volta das 04h da madrugada. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou os dois casos.  

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros