Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Brasil Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 15:45 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 15h:45 - A | A

Leite pede que governo faça programa emergencial para manutenção empregos e solicita recursos

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), pediu que o governo federal faça um programa para a manutenção de empregos nos municípios gaúchos que foram afetados pelas enchentes das últimas semanas. Já na área do turismo, o governador pediu para se colocar toda a malha aérea emergencial de forma que os municípios gaúchos não percam atividade turística.

"Estamos fazendo esse pedido e confio que será atendido também pelo governo federal, pela sensibilidade que já foi aqui expressa, pelos ministros e presidente da República, de um programa de atendimento emergencial à manutenção do emprego nesses locais afetados", afirmou Leite, em evento do governo federal de anúncio de medidas de assistência da gestão relacionadas ao Rio Grande do Sul nesta quarta-feira, 15. O evento ocorre em São Leopoldo.

No discurso, o governador falou sobre a suspensão por três anos do pagamento da dívida do Estado. Apesar de o pedido do governo gaúcho não ter sido atendido por completo, Leite reiterou que a negociação foi um "passo" e que vai dar capacidade de investimento ao Estado.

"Mas adiciono e pedimos aqui para colocar no radar do Ministério da Fazenda e do presidente Lula a perda de arrecadação que teremos por conta da atividade econômica que foi impactada", disse. "Então, se a gente quer transformar toda essa dispensa da dívida em investimento, como queremos e precisamos, possivelmente teremos a necessidade de apoio que foi dado na época da pandemia de recursos que ajudem a compensar perdas arrecadatórias", completou.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros