Brasil Quinta-feira, 07 de Julho de 2011, 17:29 - A | A

Quinta-feira, 07 de Julho de 2011, 17h:29 - A | A

Governo poderá apoiar construção de “ambiente de paz”

Presidente Dilma participou da inauguração do teleférico na Comunidade do Alemão, no Rio de Janeiro

DA AGÊNCIA BRASIL

Rio de Janeiro – O governo federal poderá apoiar, por meio das forças de segurança, a construção de um ambiente de paz no complexo de favelas do Alemão, na zona norte do Rio. “Nós devemos, sim, apoiar as forças de segurança do estado [do Rio de Janeiro], aqui representadas pelo secretário [de Segurança, José Mariano] Beltrame, para construir um objetivo que não mais dialogue com a violência”, disse a presidenta Dilma Rousseff, ao discursar hoje (7) durante a inauguração do teleférico da comunidade.

Ao cumprimentar o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general José Elito, Dilma disse que a pasta representa, ao lado do Ministério da Defesa e das Forças Armadas, o braço do governo federal responsável por “construir um ambiente de paz e harmonia no Alemão”.

A presidenta lembrou ainda que o funcionamento do teleférico só se tornou possível com a ocupação do complexo de favelas pelas forças policiais estaduais e federais, no ano passado, e com a expulsão de criminosos. A área já foi considerada um das mais violentas da cidade.

O teleférico começa a funcionar amanhã (8), em fase experimental. Com seis estações em 3,5 quilômetros, a previsão é que ele transporte 30 mil pessoas por dia.

Os moradores terão duas passagens gratuitas diariamente. A terceira passagem custará R$ 1 para pessoas da comunidade. A partir de agora, a preço da tarifa para turistas e vistantes será R$ 10.

Roberto Stuckert Filho/Presidência da República
Ao lado do governador Sérgio Cabral, a presidente Dilma Rousseff participou da inauguração do teleférico no morro do Alemão

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros