Artigos Sexta-feira, 29 de Abril de 2011, 16:11 - A | A

Sexta-feira, 29 de Abril de 2011, 16h:11 - A | A

Saber escolher a profissão

Quantas vezes espelhamo-nos em outros, sem perceber o que somos, por acharmos que as pessoas conseguem as coisas por sorte, mas não é bem assim; elas se privaram de muitas coisas boas na vida, ralam muito para evoluir e no futuro serem reconhecidas

WILSON CARLOS FUÁ

Divulgação
Quando criança, ouvíamos essa pergunta: o que você vai ser quando crescer?

Alguém às vezes já lhe disse, esse garoto tem tudo para ser um grande médico ou um advogado de renome.

Quantas vezes espelhamo-nos em outros, sem perceber o que somos realmente, por acharmos que as pessoas conseguem as coisas por sorte, mas não é bem assim; elas se privaram de muitas coisas boas na vida, ralam muito para poder evoluir e no futuro serem reconhecidas e realizadas.

A base estrutural é dada pela orientação familiar por meio de acompanhamento, que no futuro lhe dará uma vida equilibrada e fará com que os filhos possam tomar seu rumo certo, agora o que cada um pode ser no futuro é como uma loteria. Na vida temos que ser nós mesmos não adianta associar a imagens e nem seguir modelos impostos ou mesmo nos espelharmos em personalidades pré-formadas ou já formadas. Cada um tem uma personalidade a ser construída, um sonho a ser seguido e metas a serem alcançadas. A vida é formada de sucessivos momentos de lutas contra as adversidades.

Quantos de nós não agimos pelo “achismo”, e estamos hoje consumidos pelas profissões escolhidas erradamente, sem orientação pedagógica ou familiar, e o pior é ver nos exemplos das classes dirigentes que para ser político, basta apenas saber enganar, mentir e maquilar realizações e decisões.

Na vida política as pessoas não são elas mesmas, às vezes exageram nas condutas impostas sem limites e deixam de ter respeito com sua formação e deixam de lado sua identidade própria, transformando numa pessoa confusa e inventada pelos marqueteiros de plantão. Pelas falsas aptidões e pouca visão periférica daquilo que se está administrando, sem nenhum planejamento estratégico, lutam tanto por cargos eletivos e depois ficam a lamentar a herança maldita que receberam, e ficam sem rumo, mudam Secretários como times de futebol derrotados que mudam de Técnicos: colocam Médicos para dirigir saneamento básico e distribuição de água e Advogado para dirigir a Saúde Pública, num país onde Delegados de Polícia recebem melhor remuneração que os Professores, o resultado é o caos na Segurança Pública e na Educação: a boa formação educacional é uma ação preventiva contra a criminalidade. Hoje, somam-se os assaltos e aumenta o índice de criminalidade em todos os pontos da cidade, as pessoas estão transformadas em figuras impacientes e angustiadas.

Mas e o povo? – “Esqueça-os não é época de eleições”.

Quantas vezes encontramos jovens perdidos pela vida porque escolheu mal a profissão, formado depois de cinco anos de muita luta, e ver que não tem mercado de trabalho para exercer sua profissão ou que escolheu o curso totalmente errado. Como explicar aos jovens que neste país, não exige grau de escolaridade para exercer cargos eletivos, mas exige grau de escolaridade para inscrever em concurso público para Gari.

A escolha que cada um deve fazer para sobreviver deve ser livre de qualquer interferência alheia. É natural também que alguém escolha um modelo como guia, mas somente por vontade própria, sem coação. Escolher uma carreira é a grande tentativa de equilíbrio e ascensão social, mas muitos preferem a emoção de andar na corda bamba do grande circo que é o mundo. Muitos acreditam sinceramente que se cair, terá uma rede elástica a esperá-lo. E nesse circo da vida tem o palhaço esperando as enganações e promessas das campanhas eleitorais. A massa eleitoral também é composta de platéia, as mais trágicas poderão chorar. Faz parte do show. Somos passageiros de jornada, hoje a cortina do grande teatro subiu. Apresentadores de programas de Televisão, travestidos de políticos dão receita para tudo, de compra de remédio até modelo de gestão. A platéia está atenta e pronta para aplaudir ou vaiar só depende dos nossos desempenhos ao deixar ser enganados, pois a vida sempre tem coisas inusitadas a nos contar, escolha a sua trajetória.

O Ser humano é implacável, nunca está satisfeito. São raras exceções os que aceitam os outros como são e como estão no momento. Aceitar, partilhar e amar são palavras que a muitos líderes de ocasião, acham no direito de transgredir na loucura pela posição do poder pelo poder. O mundo não é só nosso, todos têm o direito de um pedacinho de chão, e diariamente estamos a partilhar sonhos, respirando e ingerindo os mesmos venenos dos agrotóxicos ou no movimento frenético do trânsito. Saia dessa enquanto há tempo, busque a felicidade nas pequenas coisas que a vida ainda lhe oferece.

Vemos todos os dias pessoas passando por sábias e se intitulando como cientistas políticos, com cabelos pintados de preto e sobrancelhas brancas parecendo seres vindo de outros planetas, cheias de soluções para tudo e promovendo análises sem nenhuma pesquisa científica, com teses e sem antíteses, ditando ordem sociais e previsões políticas nos meios de comunicações ou dando o veredicto final : “todos os cuiabanos são iguais” ou “Cuiabá futuramente ira desaparecer do Centro da América do Sul”.

Como pode?

O que nos tornam felizes é ser pelo menos aquilo que querem ser, sem que pessoa alguma interfira em nossos planejamentos de vida, uma vez que: o melhor caminho a ser seguido para fazer sucesso na vida sem trabalhar, não existe. E o livro que ensina ser feliz, ainda não publicado, viva como você deseja ser e seja feliz ao seu modo.

O importante é ser você mesmo, ainda que algumas pessoas queiram comandar seu destino.

(*) WILSON CARLOS FUÁ é Economista, Especialista em Administração Financeira e Recursos Humanos. E-mail: fuacba@hotmail.com

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros