Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Variedades Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2022, 09:34 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2022, 09h:34 - A | A

PAI CONFESSOU O CRIME

Quatro crianças são encontradas mortas dentro de casa em Alvorada

Segundo a polícia, vítimas tinham 3, 6, 8 e 11 anos. Três delas tinham marcas de facadas e uma de asfixia. Suspeito foi preso durante a madrugada desta quarta-feira (14). Mãe das crianças tinha medida protetiva contra suspeito.

G1

Quatro crianças foram encontradas mortas dentro de uma casa em Alvorada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na noite de terça-feira (13). O principal suspeito é o pai, David da Silva Lemos, 28 anos, que foi preso na madrugada desta quarta (14) em um hotel na Capital. A mãe das crianças, de 24 anos, tem medida protetiva contra o homem, segundo o delegado Edimar Machado.

As vítimas tinham 3, 6, 8 e 11 anos. Três delas foram encontradas com marcas de facadas e uma com asfixia.

Segundo a polícia, o homem deu calmante para as crianças e depois matou os filhos. Na delegacia, durante o depoimento, ele ficou em silêncio e não deu detalhes da ação. A defesa dele deverá ser feita pela Defensoria Pública do Rio Grande do Sul, que estava presente na delegacia.

Por nota, a defensoria informou que aguarda a conclusão do inquérito policial e se o homem vai constituir advogado particular. "Caso não constitua advogado particular a Defensoria Pública por o seu dever constitucional irá atuar na defesa do mesmo".

As quatro crianças são filhas do homem com a mesma mãe, uma mulher de 24 anos. O casal estava separado e as crianças estavam com o pai para a visita e voltariam para a mãe nos próximos dias.

Segundo o delegado do caso, Augusto Zenon, no fim da tarde de terça, próximo ao horário que a polícia suspeita ter ocorrido o crime, o ex chegou a mandar mensagens para a mãe das crianças com ameaças. O homem possui histórico de agressões.

A polícia foi acionada para atender a ocorrência no imóvel por volta das 19h30, mas chegando ao local as crianças já estavam mortas.

De acordo com a perícia, a suspeita é de que os filhos tenham sido mortos de 12 a 24 horas antes da polícia chegar. Ele foi pego horas depois, em um hotel na capital. Segundo a polícia, durante a prisão, ele teria confessado o crime.

A casa está isolada para perícia.

Motivação
A avó materna das quatro crianças relatou à reportagem da RBS TV, que o suspeito já havia agredido a mãe das crianças e que cometeu os crimes para atingi-la.

"Ele já agrediu minha filha. Já tinha acabado o relacionamento, não tinha nada mais a ver, mas ele fez pra atingir minha filha, com certeza, da pior forma que tem. Ele é um covarde", diz Idenise Martins da Silva.

Ainda de acordo com Zenon, o homem relatou ter dado um chá para as crianças dormirem.

"Cada uma das crianças ele ia levando para dentro da casa, fazia a criança dormir. Ele já tinha aplicado um chá nas crianças, nos referiu que foi um chá que ele deu na segunda-feira [12] pela manhã e que ele ia levando as crianças pra casa e a criança dormia e ele sufocava a criança com o travesseiro. Isso foi feito na criança mais nova e nas maiores ele fez a mesma coisa e depois deu as facadas. As crianças mais velhas foram golpeadas no peito e nas costas com mais de 10 facadas".

FONTE: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2022/12/14/quatro-criancas-sao-encontradas-mortas-dentro-de-casa-em-alvorada.ghtml

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram. 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros