Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 17h:14

Tamanho do texto A - A+

Taques desmente ‘fake news’ sobre inelegibilidade para concorrer ao Senado

Por: WELLYNGTON SOUZA

A defesa do ex-governador Pedro Taques (Solidariedade) negou nesta quarta-feira (16), por meio de nota, uma fake news (notícia falsa) sobre uma possível inelegibilidade, após uma condenação do Tribunal Regional Eleitoral (TREMT) em uma ação de conduta vedada ingressa pelo PDT.

Divulgação

pedro.jpg

 

LEIA MAIS: TRE multa Taques em R$ 50 mil e ilegibilidade deverá ser analisada

De acordo com a nota assinada pelos advogados Emmanuel Figueiredo Jr. e Geórgia Bumlai, a condenação do TRE ainda não é uma decisão definitiva, visto que ainda cabe recursos.

“O ex-governador Pedro Taques é totalmente elegível porque é detentor de todas as certidões obrigatórias para se apresentar como pré-candidato ao Senado Federal por Mato Grosso. Pedro nunca respondeu ou responde por qualquer processo criminal e nem de improbidade administrativa”, diz trecho da nota.

LEIA MAIS: Selma avalia que candidatura de Taques é possível e sinaliza apoio

Conforme a nota, ainda não há qualquer risco de a decisão da candidatura ser indeferida ou de Taques não ser diplomado, caso venha a ser eleito senador da República. Segundo a defesa, a anotação no Cadastro Nacional de Eleitores só se dá após o trânsito em julgado do processo.

Lançamento de candidatura

Após especulações, o SD anunciará oficialmente, na noite desta quarta-feira (16), a pré-candidatura do ex-governador marcada para 15 de novembro. A convenção será realizada às 20 horas, no Serras Hotel, localizado na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. O evento será transmitido pela página oficial do partido no Facebook.

LEIA MAIS: Mendes diz que Taques deve ser julgado nas urnas

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei