Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,58
euro R$ 6,09
libra R$ 6,09

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,58
euro R$ 6,09
libra R$ 6,09

Política Terça-feira, 07 de Maio de 2024, 15:42 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 07 de Maio de 2024, 15h:42 - A | A

BUSCA E APREENSÃO

Pré-candidato a prefeito "tornozelado" é alvo da Polícia Civil na "Operação La Catedral"

Agentes investigam suposta associação de Magnum Vinnicios com movimentação ilegal de R$ 24 milhões

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O pré-candidato a prefeito e ex-vereador de General Carneiro (a 454 km de Cuiabá), Magnum Vinnicios Rodrigues Alves de Araújo (PSC), é um dos alvos da 'Operação La Catedral', que investiga a movimentação ilegal de R$ 24 milhões por atividade criminosa. A Polícia Civil confirmou ao HNT que agentes cumpriram mandatos de busca e apreensão na casa de Magnum nesta terça-feira (7), quando deflagrada a operação. O ex-vereador já é condenado pelo furto de gado em 2022 e cumpre a pena em regime semiaberto, sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

LEIA MAIS: Diretor de cadeia é afastado suspeito de se envolver com grupo criminoso que movimentou R$ 24 mi

Os policiais civis investigam se Magnum está associado à organização criminosa que se formou para comprar facilidades por meio da lavagem de quantias milionárias. A quadrilha é acusada de utilizar empresas de construção para escoar os montantes de dinheiro e ofertar vantagens ilícitas a servidores públicos. 

Janderson Lopes é acusado de ser o cabeça do esquema. Contra ele, foram cumpridos mandados de prisão preventiva, busca e apreenssão, bloqueio de valores e sequestro de bens. O diretor da cadeia de Primavera do Leste (235 km de Cuiabá), Valdeir Zeliz dos Santos, também é apontado como um dos envolvidos. Ele foi alvo de busca e apreensão e bloqueio de bens e foi afastado do cargo.

Magnum ficou conhecido nacionalmente ao distribuir dinheiro na porta do mercado do qual é proprietário em General Carneiro. Todos os clientes foram presenteados com notas de R$ 20 no dia da inauguração para gastar dentro do comércio. Após a situação, o empresário foi preso em 11 de setembro de 2022 por furto de gado, em fazenda próxima à rodovia MT-130, em Primavera. À época, ele foi violentamente espancado e sofreu traumatismo craniano.

Ao ser condenado, Magnum renunciou à cadeira de vereador para não ficar inelegível por oito anos. Na última quinta-feira (2), o ex-vereador divulgou um vídeo confirmando a pré-candidatura a prefeito de General Carneiro. 

LEIA MAIS: Ex-vereador preso e condenado por roubo de gado lança pré-candidatura a prefeito

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros