Quinta-feira, 18 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,48
euro R$ 6,00
libra R$ 6,00

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,48
euro R$ 6,00
libra R$ 6,00

Política Terça-feira, 19 de Março de 2024, 15:15 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 19 de Março de 2024, 15h:15 - A | A

CONTAS DE 2022

Prazo para Emanuel Pinheiro enviar defesa à Câmara termina nesta sexta-feira

Vereador Demilson Nogueira garantiu que prefeito foi notificado e relatório com parecer pela desaprovação será enviado ao plenário, se gestor não se manifestar

CAMILA RIBEIRO
Da Redação

O relator da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento de Execução Orçamentária da Câmara de Cuiabá, Demilson Nogueira (PP), reafirmou que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) foi notificado e o gestor tem até esta sexta-feira (22) para enviar sua defesa sobre as contas do exercício de 2022. Caso o prefeito não se manifeste, Demilson asseverou que emitirá parecer contrário e submeterá o relatório ao presidente Chico 2000 (PL) para que o plenário vote a pauta.

Sobre uma possível alegação de falta de notificação, Demilson esclareceu que foi feito um protocolo na sede da prefeitura e por meio de mensagem no celular de Pinheiro. 

"Com receio de que ele pudesse dizer que não foi notificado, a presidência fez um protocolo no telefone celular dele, notificando, explicando que tentamos falar com ele, mas nesses dias ele estava em Brasília. De modo que isso aconteceu no dia 1º de março. O prazo fatal para que ele apresente a defesa, caso ele queira, vence dia 22 agora, sexta-feira", disse Demilson Nogueira nesta terça-feira (19). 

Para cercar o prefeito e excluir qualquer chance de não notificação, até o vice-líder do governo na Câmara, Luiz Cláudio (MDB), recebeu o protocolo por meio do WhastApp. 

"Inclusive, esse mesmo documento eu mandei e encaminhei para o celular do vice-líder dele, o vereador Luis Claudio. Ele não tem como alegar desconhecimento. Caso não faça, vamos declarar a revelia dele e vamos convocar a Comissão de Fiscalização, vamos proferir nosso voto e encaminhar ao Chico 200 para que venha ao plenário", afirmou Demilson. 

LEIA MAIS: Relator da Comissão Orçamentária aponta "sentimento" por reprovação das contas de Emanuel

O vereador acredita que as declarações do prefeito para tentar construir uma forma de impedir sua defesa já é uma demonstração de que ele tem conhecimento do processo sobre as contas. 

"Até o prefeito deu uma declaração dizendo que estava sendo cerceado em sua defesa, o que não é verdade. Mas para alegar cerceamento, é sinal de que ele sabia que algo estava acontecendo. É uma declaração e ele precisa se defender, caso o queira", finalizou Demilson.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros