Quarta-feira, 24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,59
euro R$ 6,07
libra R$ 6,07

Política Segunda-feira, 12 de Setembro de 2022, 18:47 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 12 de Setembro de 2022, 18h:47 - A | A

LIBERADO PARA OUTUBRO

Márcia comemora deferimento da candidatura de Neri: “A justiça foi feita”

Márcia Pinheiro também aproveitou para rasgar elogios ao companheiro de coligação, que espera alavancar a campanha com a candidatura validada pela Corte Eleitoral

Da Redação

A  primeira-dama de Cuiabá e candidata ao governo do Estado, Márcia Pinheiro (PV), celebrou o deferimento de candidatura do deputado cassado, Neri Geller (PP) ao Senado Federal. Nesta segunda-feira (12), decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRT-MT) liberou o parlamentar para concorrer em outubro. 

“Meu amigo e companheiro Neri, a justiça foi feita. Você é meu candidato ao Senado e tem meu apoio total, estamos juntos. Neri que Deus nos dê força para cumprirmos nossa maior obra, que é cuidar das pessoas”, declarou a primeira-dama.

Márcia Pinheiro também aproveitou para rasgar elogios ao companheiro de coligação, que espera alavancar a campanha com a candidatura validada pela Corte Eleitoral. 

“Neri é um dos melhores deputados que Mato Grosso tem e o povo quer ele no Senado. A Justiça entendeu dessa forma e agora é trabalhar para que junto com Lula possamos fazer um governo em prol do povo e não de alguns”, disse a candidata.

DEFERIMENTO

O capítulo final da novela de Neri Geller no projeto ao Senado permaneceu um mistério até o último dia para o julgamento o pedido, nesta segunda-feira. A possibilidade de indeferimento se tornou real no dia 24 de agosto, quando o Ministério Público, que já tinha dado parecer favorável ao registro, emitiu novo parecer pendido a impugnação. A representação foi uma resposta imediata à decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que cassou o mandato de Neri Geller na Câmara de Deputados no dia anterior.

Por unanimidade, os ministros do TSE entenderam que Neri praticou abuso do poder econômico nas eleições de 2018 em um esquema com o filho, Marcelo Geller. Com isso, o parlamentar ficou inelegível por oito anos. No entanto, no entendimento dos juízes do TRE, a manifestação do Ministério Público foi intempestiva, isto é, fora do prazo legal para o pedido de impugnação. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Carlos Nunes 13/09/2022

Pois é, não entendi bulhufas isso.. tio Neri foi recentemente cassado como Deputado Federal, e já pode candidatar a Senador? Parece que, quando é cassado num nível menor, pode candidatar num cargo maior. Se for cassado como Vereador, pode candidatar a Deputado Estadual...cassado como Estadual, pode candidatar a Federal...cassado como Federal vira Senador. É isso? Se for embananou tudo...

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros