Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 15h:40

Tamanho do texto A - A+

Leitão afirma que pré-candidatura de Taques não muda disputa ao Senado

Por: RAYNNA NICOLAS

O candidato ao Senado, ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB), afirmou que não vê a pré-candidatura do ex-governador Pedro Taques (SD) como uma dificuldade na corrida pela vaga de senador. Durante convenção partidária nesta terça-feira (15), Leitão afirmou que, apesar de já terem feito parte do mesmo grupo político, não vê Taques como um empecilho e que sua campanha será baseada em ideias e projetos. 

Divulgação

WhatsApp Image 2020-09-15 at 19.33.25.jpeg

 

"Eu não vejo a candidatura de nenhuma adversário como uma dificuldade ou uma ajuda, é uma disputa eleitoral. Para além das questões regionais, vai prevalecer a proposta, as ideias. Eu não vou fazer minha campanha baseada em adversários, vou fazer minha campanha baseada nos meus projetos", ressaltou Leitão. 

O candidato, que tem sua base eleitoral em Sinop (477 km de Cuiabá), também destacou que tem, em seu arco de alianças, os dois senadores 'legítimos' de Mato Grosso, Jayme Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PL). Isso porque, o terceiro senador, Carlos Fávaro, ocupa o posto interinamente, após a cassação da senadora Selma Arruda (Podemos). 

"Eu tô muito satisfeito com o apoio que nós temos, os dois senadores legítimos de Mato Grosso, estamos bem apoiados, estou satisfeito. Além do apoio de vereadores, deputados estaduais, o próprio presidente da Assembleia, mas o que mais vale nisso é o apoio de uma sociedade, o apoio regional que nós temos e que vai fazer a grande diferença", disse o candidato. 

Leitão, que representa o norte de Mato Grosso, tem como candidato à primeira suplência o ex-governador Júlio Campos (DEM), cuja base eleitoral é fixada na região metropolitana de Cuiabá. Ao falar sobre o suplente, Nilson não poupou elogios. 

"Vai ser o Mato Grosso por inteiro, nós temos aqui Júlio Campos, uma história viva do Estado, que integrou Mato Grosso e agora vai integrar nossa chapa para poder olhar o Estado como um todo", destacou. Na segunda suplência, o nome escolhido foi o de Zé Márcio (PL), representante de Rondonópolis, ao sul do Estado. 

A convenção foi realizada sede do Sindicato das Indústrias Madeireiras do Norte (SindusMad) em Sinop.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei