Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Política Quinta-feira, 30 de Junho de 2016, 08:48 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 30 de Junho de 2016, 08h:48 - A | A

LUTA PELA RGA

"Faremos reuniões hoje, mas acredito na continuidade da greve", diz Fórum Sindical

RENAN MARCEL

Com o substitutivo integral à mensagem 45, que trata do pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), aprovado pelos deputados estaduais, os presidentes dos sindicatos que fazem parte do Fórum Sindical organizam nesta quinta-feira (30) reunião entre as entidades e convocam assembleias com seus respectivos sindicatos para deliberar sobre a continuidade da greve geral dos servidores públicos, iniciada há exatamente um mês. 

 

Assessoria

assembleia protesto RGA

 

A decisão sobre a manutenção ou não da greve deve ser anunciada nesta sexta-feira, dia 1º de julho. O governo anunciou que paga hoje, integralmente, o salário dos servidores, apesar do anúncio de que pode cortar o ponto dos grevistas. 

 

Na conturbada sessão desta quarta-feira (29), os deputados estaduais aprovaram o substitutivo que prevê o pagamento de 7,54% da RGA, em três parcelas e sem retroativo. A proposta divide os sindicalistas. O governo oferecia 6%, também parcelados em três mas com retroativo, e acabou concordando com os percentuais aprovados após intensa negociação entre lideranças partidárias e sindicais.

 

"Todos os presidentes de sindicatos estão chamando seus servidores para assembleias gerais para decidir e oficializar a decisão sobre a continuidade da greve. Devemos ter isso oficializado até sexta-feira", informou o presidente do Sindicato dos Servidores da Saúde e do Meio Ambiente (Sisma), Oscarlino Alves, minutos após a votação no plenário da Assembleia Legislativa. 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

OSCARLINO

Presidente do Sisma, Oscarlino acredita que a greve continuará  

Conforme o sindicalista, a proposta aprovada pelos deputados não agrada grande parte das lideranças sindicais. Por isso, não está descartada a possibilidade de as entidades representativas recorrerem à Justiça para invalidar a votação ou mesmo o projeto em si. 

 

“Faremos reuniões hoje, com o setor jurídico, para definir as medidas a serem adotadas, pois a multa é muito pesada. Mas acredito na continuidade da greve”, disse James Jaudy, representante do Fórum Sindical.

 

O texto aprovado prevê também que a diferença para atingir os 11,28% referentes à inflação 2015 serão pagos em 2017, desde que seja cumprida a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). De acordo com a lei, o limite máximo de gasto com pessoal é de 49% da Receita Corrente Líquida. No último balanço, o governo comprometia 50,46% da RCL com a folha de pagamento.

 

O substitutivo integral foi acatado pelo governo do Estado na tarde desta quarta, mas foi rejeitado pelo Fórum Sindical e por vários servidores. Contudo, várias lideranças sindicalistas aceitaram os 7,54% para encerrar a greve que chega a um mês hoje.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros