Política Quarta-feira, 22 de Junho de 2022, 16:02 - A | A

Quarta-feira, 22 de Junho de 2022, 16h:02 - A | A

GOVERNO NA LISTA

Emanuel chama quase 30 entidades para discutir escolha entre VLT e BRT na AMM em julho

Se por um lado o gestor prometeu que haverá espaço para os defensores do BRT, ele também garantiu que a prefeitura irá esclarecer todos os pontos sobre o VLT

Da Redação

Alan Cosme/HiperNoticias

image

Alan Cosme/HiperNoticias

Acontece, no dia 7 de julho, a Conferência Municipal sobre o Modal de Transporte VLT X BRT, no auditório da  Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM-MT). Evento foi anunciado pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), durante transmissão ao vivo na última terça-feira (21) e faz parte dos esforços para barrar a decisão de seu adversário político, o governador Mauro Mendes (UB) que, em 2020, decidiu abandonar definitivamente as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e substitui-lo pelo Ônibus de Trânsito Rápido (BRT, em inglês).

"A Conferência Municipal sobre o Modal VLT x BRT é uma missão do secretário de Mobilidade, Juares Samaniego, que irá organizar este debate. Será um dia antes da visita da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados. Quero fazer um debate sério, respeitoso. Vai ser um debate com respeito a posição de cada um. Eu defendo VLT, mas quem defender BRT terá o mesmo espaço e tempo para argumentar. Uma discussão como esta nunca foi feita. E vai ser do mais humilde, ao empresário bem sucedido", explicou o prefeito. 

Se por um lado o gestor prometeu que haverá espaço para os defensores do BRT, ele também garantiu que a prefeitura irá esclarecer todos os pontos sobre o VLT, desde o montante que já foi empenhado na obra, tarifa, manutenção, funcionamento, custo para conclusão do modal até o trajeto que percorreria. 

"O mesmo será para o BRT, demonstrar quanto foi pago, quanto mais será gasto, quantos ônibus comprados, quanto vai custar, e é o Governo do Estado quem vai pagar? Valor do tarifa e outros. Ninguém sabe, e ficam opinando, batendo boca, mas não conhecem as vantagens e desvantagens tanto do BRT, quanto do VLT", ponderou Emanuel. 

Conforme Pinheiro, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho, já confirmou presença no evento e adiantou sua defesa pelo BRT.

"Ele vai falar e vai defender o BRT. Será recebido com todo respeito do mundo, não vai ter chilique de ninguém. É um debate técnico para os usuários que dependem de um transporte digno, com toda a garantia de segurança, respeito. muitos já confirmaram presença, e o Botelho é um deles", disse.

Conforme o secretário de Mobilidade Urbana de Cuiabá, Juares Samaniego, quase 30 entidades, associações e órgãos públicos foram convidados para a discussão. "Alguns profissionais técnicos já declaram defesa ao VLT, e também tem aqueles que defenderão o BRT. Queremos esclarecer o que cada um tem de bom e ruim, com dados técnicos e com exemplos", comentou. 

No dia 7 de  debate será organizado pela Semob das 8h30 até às 12h. No período vespertino, o evento ocorrerá de 14h com o término às 18h.

CONFIRA LISTA DE CONVIDADOS:

PODER EXECUTIVO DE CUIABÁ; PODER EXECUTIVO DE VÁRZEA GRANDE; CÂMARA MUNICIPAL DE CUIABÁ; CÂMARA MUNICIPAL DE VÁRZEA GRANDE; GOVERNO DO ESTADO; ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MT; CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE MT (CREA); FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO DO ESTADO DE MATO GROSSO (FECOMÉRCIO); FEDERAÇÃO MATO-GROSSENSE DAS ASSOCIAÇÕES DE MORADORES DE BAIRROS (FEMAB); ASSOCIAÇÃO DOS MATO-GROSSENSE DOS MUNICÍPIOS (AMM); JEAN PEJO – EX-SECRETÁRIO DA SECRETÁRIA NACIONAL DE MOBILIDADE E SERVIÇOS URBANOS (SEMOB) / SECRETÁRIO GERAL DA ASSOCIAÇÃO LATINO-AMERICANA DE FERROVIAS (ALAF); JOSÉ PICOLLI NETO - DIRETOR DE IMPLANTAÇÃO E PLANEJAMENTO - VLT RIO DE JANEIRO; MÁSSIMO GIAVINA – VICE-PRESIDENTE DO SINDICATO INTERESTADUAL DA INDÚSTRIA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS FERROVIÁRIOS E RODOVIÁRIOS (SIMEFRE) - (ONLINE); VICENTE ABATE – PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA FERROVIÁRIA (ABIFER); SILVIA CRISTINA SILVA - PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE METRÔ (AEAMESP); UBIRATAN ALVES DE FREITAS – GERÊNCIA EXECUTIVA DE GOVERNO (GIGOV) DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL; RAFAEL DETONI MORAES - SECRETÁRIO ADJUNTO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO METROPOLITANO (SINFRA); CONSÓRCIO CONSTRUTOR BRT CUIABÁ – VENCEDOR DA LICITAÇÃO DO BRT; CREA; CAU; UFMT; IFMT; FIEMT; SINDUSCON; CDL; UCAMB; FEMAB; OAB; UNIVAG; UNIC; MPE; MPF.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Carlos Nunes 22/06/2022

Pois é, não entendo bulhufas disso. A obra É ESTADUAL, não é nem Municipal nem Federal...a mudança do modal, de VLT pra BRT, já foi até aprovada pela maioria da Assembleia Legislativa. E tio Manuel querendo meter o bedelho no negócio. Só vejo uma solução pra isso: é tio MM transferir essa obra pros Municípios de Cuiabá e VG arcarem com empréstimos, custos, despesas, etc. Aí os Prefeitos fazem como bem entenderem....se quiserem VLT fazem, uai. Nesse imbróglio causado pelo tio Manuel, no final não vai sair nem VLT nem BRT. É um cabo de guerra eleitoreiro...querem aparecer como Os Defensores do VLT. VLT apareceu em 2012, já tem 1 década de problemas. Por que não fizeram? Vai terminar igual ao Nosso Hospital Central, parado na construção há mais de 30 anos...agora é que tio MM tá terminando. 30 anos de "faz ou não faz", ganhou do VLT, de 10 anos.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros