Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Política Quinta-feira, 14 de Julho de 2022, 20:04 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 14 de Julho de 2022, 20h:04 - A | A

NESTA QUINTA

Câmara de Cuiabá aprova Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2023

Proposta foi aprovada com 14 votos favoráveis, em segunda votação

DA REDAÇÃO

A Câmara de Cuiabá aprovou, em sessão extraordinária desta quinta-feira (14), o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2023, cuja receita estimada bruta é de R$ 4.522.647.052,00. Este valor é o resultado da soma dos investimentos previstos por meio das receitas de capital e das receitas correntes, formado pela Fonte 100, e ainda recursos de outras fontes. 

Das 26 emendas apresentadas pelos parlamentares, todas foram rejeitadas. Esta foi a última sessão antes do recesso. Os parlamentares retornam no dia 2 de agosto. 

Segundo o relator da matéria da Comissão de Fiscalização, vereador Chico 2000 (PL), a maioria das ações propostas já está incluída na LDO. “Não existe razão para se ter a mesma ação repetida por mais de uma vez, então, basicamente esse foi o ponto crucial para a rejeição das emendas. Houve emendas modificativas as quais foram feitas pela própria comissão em razão de correções de expressões, já emendas aditivas não houve a aprovação de nenhuma”, ressaltou.

Entre as suas funções, a LDO estabelece as metas e prioridades da Administração Pública Municipal para o próximo ano e, ainda, fixa normas atinentes à elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), às propostas para a alteração da legislação tributária, à administração da dívida e operações de crédito, às despesas com pessoal e encargos sociais e de outras matérias de natureza orçamentária.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros