Quarta-Feira, 07 de Agosto de 2019, 19h:07

Tamanho do texto A - A+

Bezerra: "é possível DEM apoiar Emanuel. Eles não têm candidato"

Presidente do MDB acredita, inclusive, que até o governador Mauro Mendes," se houver um tratamento mais adequando entre os dois", pode apoiar reeleição do prefeito

Por: PAULO COELHO

Presidente do MDB em Mato Grosso, o deputado federal Carlos Bezerra afirmou nesta quarta-feira (8) que existem chances de o prefeito Emanuel Pinheiro (mesmo partido) ter apoio do DEM, em seu projeto de reeleição à Prefeitura de Cuiabá para 2020.

reproducao

carlos bezerra mdb

Carlos Bezerra é deputado federal 

Segundo ele, o DEM estaria dividido, já que os irmãos Jayme Campos (senador) e Júlio Campos (ex-governador), caciques da legenda, apoiam Emanuel.
No entanto, o presidente estadual da sigla, Fábio Garcia, já declarou publicamente que o DEM deve ter candidatura própria, e não demonstrou simpatia ao projeto de Emanuel Pinheiro. Vale lembrar que o governador democrata Mauro Mendes também tem rusgas com o prefeito.
No entanto, o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (DEM), segundo Bezerra, assim como Jayme e Júlio, aprova o projeto de uma possível coligação entre os partidos. 

“O Eduardo Botelho, Júlio e Jayme são simpáticos à candidatura de reeleição de Emanuel, que é hoje nosso principal nome”, afirmou, em entrevista à reportagem do HNT/HiperNotícias.

Conforme Bezerra, a candidatura de Pinheiro só depende dele próprio. “Basta ele continuar fazendo obras, mantendo sempre essa boa administração, que chegará muito forte lá na frente”, apontou ele.

reproducao

jayme campos

 Os irmãos Julio e Jayme Campos (DEM)

XADREZ POLÍTICO

Quanto a ter o apoio integral do DEM, Carlos Bezerra entende que o governador Mauro Mendes pode vir a apoiar também o projeto de Emanuel, mas admite que as arestas entre ambos têm que ser aparadas.

“É preciso um tratamento político mais adequado entre os dois. Até agora está meio ríspido. Eles têm que melhorar o relacionamento político. É possível, sim Mauro Mendes apoiar Emanuel. O DEM não tem candidato, o governador vai colocar quem, para disputar? Esse é problema”, analisou ele.

Bezerra lembrou ainda que Mendes apoiou a candidatura de Emanuel para prefeito em 2016. À época deputado estadual, Emanuel  já foi coordenador-geral da campanha vitoriosa de Mauro Mendes à Prefeitura de Cuiabá, em 2012.

Atualmente, as divergências entre os chefes do Executivo estadual e municipal têm resultado em troca farpas por conta de questões administrativas. Como, por exemplo, o imbróglio em torno do Hospital Estadual Santa Casa, que passou a ser gerido pelo Governo do Estado recentemente.

CONJECTURAS

O Democratas, por sua vez, não confirma qualquer “namoro”  com o MDB, quanto à sucessão em Cuiabá. Aliás, pelo contrário. O presidente Fábio Garcia, garantiu recentemente, em entrevista ao HNT/HiperNotícias, que  o DEM, “no momento certo, terá um bom nome”.

Entretanto, os dois principais nomes do DEM, e que teriam a aprovação do governador Mauro Mendes, já descartaram a possibilidade de disputar. Fábio Garcia poderia disputar a Prefeitura de Cuiabá e Eduardo Botelho, a de Várzea Grande. Há ainda a possibilidade de o atual secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo migrar do PSB para o DEM, com o objetivo de disputar o Alencastro. 

 

O nome mais recente a ser ventilado para ser o candidato do DEM, ao Alencastro, foi o ex-prefeito da Capital, o radialista e apresentador de TV, Roberto França, que atualmente está filiado ao PV. França negou recentemente à reportagem do HNT/HiperNotícias que haja costuras quanto à ida dele para o DEM, com vistas à disputa a Prefeitura de Cuiabá.

“Só vou definir sobre candidatura no ano que vem. Muita água ainda vai rolar por debaixo da ponte”, desconversou.

O MDB tem, até agora, três propostas para enfrentar o pleito de 2020. O "plano A" seria reeleger Emanuel Pinheiro. O "Plano B" seria emplacar a única mulher da Assembleia Legislativa, a vice-presidente da Casa, Janaina Riva (MDB). De todos os citados, o único que demonstrou publicamente vontade de disputar o cargo é o suplente de deputado federal Valtenir Pereira, que apesar de ser do mesmo partido, é desfeto político do prefeito Emanuel Pinheiro.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto