Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 12h:18

Tamanho do texto A - A+

Vídeo mostra homem sendo executado pelo Comando Vermelho; morte seria motivação de chacina

Por: LUIS VINICIUS

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que bandidos executam Clayton Nunes da Silva, 21 anos, na Estrada do Pindura, Zona Rural de Nobres (145 km de Cuiabá). O assassinato do homem, segundo a Polícia Civil, teria sido a motivação de uma chacina ocorrida em uma residência, localizada na Cohab Pôr do Sol, no município, na noite de quarta-feira (19).

Reprodução

comando vermelho

 

Nas imagens, é possível ver a vítima, conhecida como “Gordinho”, com as mãos na cabeça cercado por homens armados. Em seguida, um dos assassinos chega atirar, mas a arma falha. Visivelmente assustada, a vítima negou que pegava drogas na cidade e implorou para não ser morto, pois tinha um filho de 1 ano .

“Eu juro mano, eu juro. O (nome de um homem inaudível) oferece droga pra mim, mas eu não pego não. O mano faz não. Pelo amor de Deus. Eu tenho um filho de 1 ano para criar. Eu não sou caguetera (sic) não mano. Eu juro. Eu não trabalho para ninguém”, disse a vítima.

Logo depois, os assassinos atiram diversas na cabeça da vítima. Após a execução, o criminoso que está gravando a morte diz: “Aí safado, comédia. Morre mesmo. É o trem bala”, fazendo uma alusão à facção criminosa Comando Vermelho (CVMT).

Após o crime, os assassinos fugiram em um veículo VW Gol de cor branca. Segundo informações obtidas pela reportagem, a morte de Clayton não teria sido autorizada pela liderança da facção criminosa. Diante disso, os chefes da organização teriam “decretado” a morte de todos os envolvidos na morte de Gordinho, em uma espécie de “tribunal do crime”.

Teriam participado da morte de Calyton, Daniel dos Santos Costa, Cláudio Rogério pinto do Nascimento, Jovanilson Pereira da Costa, Weliton da Silva e Thiago dos Santos Siqueira. As idades dos mortos não foram divulgadas pela Polícia Civil.

Eles foram mortos em uma residência, durante uma chacina. Os assassinos, segunda a Polícia Militar, invadiram a casa e atiraram diversas vezes nas vítimas. Três homens morreram ainda no local e dois morreram pouco tempo depois de dar entrada no Hospital Laura de Vicuña, na cidade de Nobres.

A residência onde ocorreram as mortes foi identificada pela Polícia Civil como um ponto de venda de drogas, sendo apreendidas no local porções de entorpecentes e materiais para embalagem dos ilícitos.

De acordo com a Polícia Civil, Clayton morava no município de Nova Mutum e foi morta com disparos de uma espingarda calibre 12.

Essa morte foi esclarecida e quatro pessoas suspeitas do crime foram identificadas e tiveram as prisões representadas pela Polícia Civil, sendo que duas estão presas. Com base nos elementos colhidos durante as investigações, o delegado constatou que o crime foi motivado por uma rixa entre dois grupos criminosos.

 

Veja o vídeo

 

 

Leia mais

 

Polícia suspeita que chacina foi motivada por assassinato filmado

Avalie esta matéria: Gostei +4 | Não gostei - 1







Mais Comentadas