Domingo, 16 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Polícia Quinta-feira, 16 de Maio de 2024, 15:46 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 16 de Maio de 2024, 15h:46 - A | A

ADOLESCENTE APREENDIDA

Polícia prende 2 e procura por falso policial que aplicava golpe do pix na internet

O suspeito do golpe dizia que era cabo da PM, estava de plantão e solicitava que um motorista de aplicativo retirasse o produto comprado com comprovantes de pix falsos

DA REDAÇÃO

Uma adolescente, de 16 anos, foi apreendida e um homem, de 40 anos, foi preso, nesta quarta-feira (15), em Sinop (500 km de Cuiabá). A dupla é suspeita de operar um golpe de falso Pix. No esquema, um outro homem, que ainda não foi localizado, se identificava como cabo da Polícia Militar para enganar as vítimas.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito se identificava como cabo da PM que estava de plantão. Então, ele procurava anúncios de vendas na internet, dizia que iria comprar e enviava um comprovante de transferência falso. Em seguida, pedia para que um motorista de aplicativo fosse buscar o produto na casa das vítimas. 

No primeiro caso, a vítima anunciou a venda de uma caixa de som, no valor pelo valor de R$ 1,7 mil. Após perceber o golpe, a vítima procurou a Polícia Civil. Caso aconteceu no início deste mês. Na segunda situação, a vítima colocou à venda uma smart TV de 55 polegadas, no valor de R$ 2,2 mil.

Após as denúncias, a equipe policial apurou que a Smart TV estava sendo anunciada nas redes sociais por R$ 1 mil, valor bem abaixo do praticado no mercado.

A equipe foi até ao endereço investigado, onde flagrou a adolescente entregando a televisão a um segundo suspeito, em frente à residência alvo. No local, os investigadores também encontraram a caixa de som da primeira vítima.

A menor foi apreendida por suspeita de estelionato e por vender o produto de origem ilícita. Já o homem foi preso em flagrante por receptação, neste caso, por ter comprado um produto de origem criminosa.

Os suspeitos foram apresentados e ouvidos na Central de Flagrantes, onde ficaram à disposição da Justiça.

As investigações continuam para localizar o suspeito que se identificava como policial militar para aplicar os golpes nas vítimas.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros