Domingo, 06 de Setembro de 2020, 16h:44

Tamanho do texto A - A+

Médica relata que advogado tentou estuprá-la com pen-drive; homem teria agredido outras mulheres

Por: RAYNNA NICOLAS

A médica Laryssa de Moraes também relatou ter sofrido agressões por parte do advogado Cleverson Campos Contó. O advogado foi denunciado por ter agredido outras sete mulheres. 

Em vídeos publicados no Instagram, neste domingo (6), Laryssa contou que está sendo ameaçada de morte por ter exposto a violência do advogado. Na rede social, ela contou que teve o nariz quebrado e as retinas deslocadas devido às agressões de Contó. A médica também relatou que o homem ameaçou estuprá-la com um pen-drive. 

Reprodução/Instagram

laryssa moraes

 Laryssa Moraes.

O caso ganhou visibilidade após algumas vítimas terem denunciado Cleverson à Rádio Nativa FM, na última sexta-feira (4). No sábado (5), a Influencer Digital, Mariana de Mello Vidotto, também se tornou uma das denunciantes de Cleverson Contó. 

Segundo a médica, a decisão de expor a violência que sofreu partiu da necessidade de ajudar outras mulheres, mesmo diante do medo de represálias. 

"Eu decidi que não vou ficar off, mesmo com medo de morrer, porque sim, eu estou sendo ameaçada, porque só ontem mais quatro vítimas apareceram, vítimas de agressão, que foram coagidas e nunca se manifestaram. É muito triste, mas é um dever meu como cidadã alertar a população", disse a médica. 

"Eu demorei três anos e meio para falar por medo, tenho minha família, mas agora nao sou eu, Laryssa, falando, são mais de 10 vozes. Ele estava acima de qualquer suspeita, com condições financeiras e se eu falasse qualquer coisa ele dizia que iria destruir minha vida, minha carreira", completou.

Dentre as agressões, Laryssa relatou que Contó chegou a bater com a cabeça dela na quina de uma mesa.

A médica comentou que, mesmo separada do advogado a três anos e meio, tinha medo de expor a violência, uma vez que o advogado ameaçava "destruir" sua vida e sua carreira.  

Laryssa ressaltou, emocionada, que ainda carrega os traumas das agressões. "Eu sobrevivo a três anos e meio com essa dor, mas é uma dor que não sai de dentro da gente. A gente aprende a lidar e graças a deus tenho apoio da minha família", destacou. "Me espanta que os processos fiquem parados e que seja preciso que todas esasas mulheres se juntem para que algo seja feito", finalizou a médica.

Mariana Vidotto

Reprodução

CLEVERSON CAMPOS CONTÓ

 Cleverson Campos Contó.

A influencer digital, Mariana de Mello Vidotto, que é ex-namorada do advogado, relatou, no último sábado (5), que perdeu cerca de nove quilos durante o seu relacionamento. Em um vídeo, ela ressaltou que no início do ano, Cleverson entrou com um processo contra ela com uma multa de R$ 20 mil caso ela  dissesse algo sobre ele.

"Eu falava sem citar nomes por saber que se trata de um sociopata bem articulado. Mas a gente começa a viver tentando se curar de uma destruição. Sofri todos os tipos de agressões e lidei com a ansiedade", destaca.

Em outro trecho do vídeo, Mariana conta sobre a união de outras sete mulheres que decidiram denunciar o advogado. "Hoje que as vítimas se uniram foram chegando relatos. Sozinha não íamos conseguir fazer nada, tanto que ele circula pela sociedade falando sobre o quanto a justiça precisa ser feita". 

"Se eu for pensar em indenização, nem R$ 1 milhão paga tudo o que esse monstro fez comigo e com outras vítimas", completou.

LEIA MAIS: Influencer Digital denuncia agressões cometidas por advogado; homem também teria agredido outras mulheres

Outras vítimas

Nesta sexta-feira (4), uma vítima relatou à Rádio Nativa que morou cerca de seis meses com o agressor e que denunciou o caso logo após a separação, há cerca de três anos. Ela contou que antes de denunciar, já existia uma denúncia anônima contra o advogado.

Uma outra vítima também participou da entrevista na rádio e relatou que já tem um processo na justiça contra o advogado. Ela ressaltou que passou por situações semelhantes das mulheres anteriores.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei