Polícia Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020, 19:59 - A | A

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020, 19h:59 - A | A

PEDIA ORAÇÕES

Lutador encontrado morto pediu orações e fez alerta para amigos

RAYNNA NICOLAS

O lutador de boxe e pré-candidato a vereador por Cuiabá, Bruno Aguiar de Carvalho, conhecido como “Bruno Tyson” avisou sobre sua morte em um grupo no aplicativo de mensagens WhatsApp. No texto, Bruno ainda pediu orações caso seu pressentimento se concretizasse. O pré-candidato foi encontrado morto em seu aparamento, em um edíficio de luxo em Cuiabá, na última terça-feira (22).

Reprodução

Bruno Tyson

 

LEIA MAIS: Pré-candidato Bruno Tyson é encontrado morto em edifício de luxo

"Todos os dias vou enviar um OK para o grupo. Se eu ficar dois dias seguidos sem enviar OK, provavelmente terei morrido", alertou Bruno no grupo, aparentemente destinado aos seus apoiadores políticos. 

Em seguida, o pré-candidato, que chegou a ter a candidatura homologada em convenção do Partido Liberal (PL), fez um apelo para que os religiosos que lessem a mensagem rezassem por ele, caso a morte se tornasse realidade. 

"Peço aos religiosos que rezem por mim se eu morrer para me garantir uma estada num lugar bom e para quem pratica a PNL oculta que repita o seguinte diariamente por 5 minutos: O espírito do Bruno Tyson está recebendo ajuda de bons espíritos para ir e permanecer em um lugar habitado apenas por espíritos bons que o respeitem e o tratem bem", escreveu. 

Na mensagem, Bruno relatou que já vinha se sentindo mal e fez várias menções a teorias espiritualistas e da conspiração, como "Iluminatis" e "repetilianos". 

O corpo de Bruno foi encontrado pelo síndico do prédio, que não teve o nome revelado. O trabalhador teria sentido mal cheiro vindo do apartamento e ao entrar no local encontrou o corpo em estado avançado de decomposição. 

Imeditamente, policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram acionados e confirmaram o fato. A hipótese é de que o pré-candidato teria atentado contra a própria vida. Bruno tinha uma arma entre as pernas.

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros